Notícias

Esporte Basquete

Recorde na temporada

Minas Storm faz história e conquista a maior sequência de vitórias no NBB

O Minas Storm segue fazendo tempestade nas quadras por onde joga. Na temporada 2020/21 do Novo Basquete Brasil (NBB), o time minastenista fez história e bateu o recorde de vitórias da equipe na competição, que chega à sua 13ª edição. O Minas alcançou a maior sequência de triunfos em uma única temporada. Até aqui foram 12 triunfos seguidos em 13 jogos disputados. O time só foi superado na estreia do NBB, pelo Flamengo, que, naquela ocasião, enfrentou o time mineiro desfalcado e, ainda, em fase final de formação.

Unida e determinada, a equipe minastenista conquistou 12 vitórias seguidas em 13 jogos (Foto: Divulgação/MTC)Unida e determinada, a equipe minastenista conquistou 12 vitórias seguidas em 13 jogos (Foto: Divulgação/MTC)
A última vitória minastenista foi na noite dessa quarta-feira, de maneira incrível e com uma virada, no último quarto, em cima do forte Sesi Franca. O 12º resultado positivo manteve o Minas Storm na segunda posição da tabela de classificação, com 25 pontos e 92,3% de aproveitamento.

CLIQUE AQUI e veja como foi a vitória do Minas diante do Sesi Franca.

Receita mineira
O sucesso da equipe na atual temporada não se faz apenas dentro das quadras. É fruto de trabalho que passa por várias mãos, desde a Diretoria do Minas, que iniciou lá atrás um bom planejamento para formar o time forte e competitivo, passando pela equipe multidisciplinar, pela comissão técnica e, enfim, não menos importante, pelos atletas, responsáveis pelas ótimas atuações do time em quadra.

Nos bastidores, o trabalho é árduo. Em várias oportunidades varam madrugada a dentro ou começa antes mesmo de sol raiar. A parte de regeneração física, recuperação e preparação dos atletas é feita pelo fisioterapeuta Silvanio Signoretti e pelo preparador físico Paulo Alberto de Paula, que cuidam de todos os jogadores da equipe, tanto no Clube, em Belo Horizonte, quanto nas viagens. “Na preparação para treinos e jogos, a atuação do preparador é de vital importância para a manutenção de performance dos jogadores. Nos pós-treinos e pós-jogos, o fisioterapeuta fica a cargo de reabilitar e otimizar a recuperação dos atletas. Também estamos à frente das ações referentes à execução do protocolo da Liga Nacional de Basquete para minimizarmos, ao máximo, o risco de contaminação dos nossos atletas e comissão técnica”, explica Paulo Alberto de Paula.

O técnico Léo Costa conta com dois apoios extremamente importantes para o dia a dia da equipe. Os assistentes técnicos Bruno Porto e Renan Pimentel, além de auxiliar o treinador nas tomadas de decisões, fazem uma série de estudos estatísticos e análises dos adversários. Antes de cada jogo, o time se reúne para estudar as ações do adversário e traçar as estratégias a serem executadas no jogo. “O resultado dessa união é fantástico. Ninguém faz nada sozinho, eu posso estar lá dando as entrevistas, falando da equipe, mas quando eu estou falando, eu estou representando esse grupo de trabalho e mais as pessoas que estão lá no Minas diariamente, com toda a estrutura que é oferecida para a gente trabalhar. Então é muito orgulho ter profissionais assim, de altíssimo gabarito, pessoas de confiança e que aqui também se dedicam, assim como os atletas. Não tem hora, não tem madrugada, não tem dia. Então, é muito bom você estar com um grupo de jogadores com esse perfil, mas também é bom estar liderando uma comissão técnica que tem essa vontade de evoluir e de buscar o melhor do time o tempo todo”, comentou o técnico Léo Costa.

O capitão JP Batista, um dos mais experientes do time, com passagens marcantes pelo basquete francês, destaca a importância do trabalho de todos os setores do Minas e ressalta o bom planejamento da Diretoria do Clube para formar um grupo competitivo. “É preciso dar créditos a todas as pessoas que trabalham atrás das câmeras. Eu acredito que o Minas fez um trabalho excepcional, quando você tem uma ideia, você tem um plano, a construção de um time, contratação dos jogadores, as personalidades e característica de cada jogador... O Minas, o Léo Costa e toda a Diretoria conseguiram as peças que eles queriam e eu acredito que todos nós compartilhamos muitas coisas em comum. Eu acredito que, quando um técnico contrata jogadores que também compartilham desse tipo de característica, pessoas de bom caráter, de ética, tudo fica mais fácil. Não existe ego em nosso time. Aqui é um jogando para o outro. Acho que, desde o primeiro dia, a nossa sintonia tem sido fenomenal. Temos que dar créditos para quem fez esse time, crédito a todos que trabalham na comissão técnica, que trabalham extremamente duro, fisioterapia, preparação física, jogadores, a parte de comunicação e marketing do Clube estão todos de parabéns pelo trabalho excepcional que cada um vem fazendo. Sabemos que precisamos continuar trabalhando, continuar crescendo e o que a gente quer, a gente sabe que é possível. A gente sabe que não tem caminho curto, então, é continuar com o mesmo trabalho e eu, como capitão do time, vou continuar tentando liderar da minha forma, mostrando exemplo diário para essa garotada aí que tem feito um trabalho excepcional”, disse JP Batista.

Capitão JP Batista quer continuar liderando a equipe e ser exemplo para os mais jovens do elenco (Foto: Ricardo Bufolin/ECP)Capitão JP Batista quer continuar liderando a equipe e ser exemplo para os mais jovens do elenco (Foto: Ricardo Bufolin/ECP)
O Minas disputou todas as 13 edições de Novo Basquete Brasil, que começou a ser disputado em agosto de 2008. A maior sequência de vitórias do Minas, até então, tinha sido justamente na primeira temporada (2008/09). Naquele ano, o Minas conquistou 10 vitórias seguidas.

Vitórias do Minas no NBB 2020/21
12/11 – Minas (76 x 54) Pato Basquete – Rio de Janeiro (RJ)
14/11 – Campo Mourão (54 x 90) Minas – Rio de Janeiro (RJ)
19/11 – Fortaleza Basquete Cearense (67 x 82) Minas – Mogi das Cruzes (SP)
21/11 –Minas (108 x 99) Unifacisa – Mogi das Cruzes (SP)
2/12 – Minas (105 x 100) Brasília – Brasília (DF)
4/12 – Caxias do Sul (63 x 94) Minas – Brasília (DF)
6/12 – Minas (97 x 77) Cerrado Basquete – Brasília (DF)
14/12 – Minas (20 x 0 – WO) Corinthians – Mogi das Cruzes (SP)
16/12 – Mogi (74 x 80) Minas – Mogi das Cruzes (SP)
19/12 – Minas (96 x 92) São Paulo – São Paulo (SP)
21/12 – Pinheiros (76 x 84) Minas – São Paulo (SP)
23/12 – Minas (89 x 82) Franca – São Paulo (SP)

O Campeonato Brasileiro Interclubes de Basquete – NBB 2020/2021 faz parte do rol de Campeonatos Brasileiros Interclubes em que parte dos atletas dos Clubes integrados ao Comitê Brasileiro de Clubes – CBC tem as despesas de hospedagem e transporte aéreo custeadas com recursos públicos geridos por esta fonte.


Patrocinador: CVC
Fornecedor de Material Esportivo: 
Icone
Apoio: Forte Banco

Siga as redes sociais oficiais do Basquete do Minas:
Facebook: /mtcbasquete
Instagram: @mtcbasquete

 


Esse site armaneza dados (como cookies), o que permite que determinadas funcionalidades (como análises e personalização) funcionem apropriadamente. Clique aqui e saiba mais!