Notícias

Esporte Vôlei Masculino

Final disputada

No tie-break, Fiat/Minas é superado pelo EMS Taubaté Funvic e foca no próximo jogo

Fiat/Minas fez jogo equilibrado na primeira partida da final / Fotos: William Lucas/Inovafoto/CBVFiat/Minas fez jogo equilibrado na primeira partida da final / Fotos: William Lucas/Inovafoto/CBV

O primeiro jogo da final da Superliga Banco do Brasil 2020/21 entre Fiat/Minas e EMS Taubaté Funvic foi muito bem disputado e decidido apenas no tie-break. Os times se enfrentaram na noite desta quarta-feira (14/4), no Centro de Desenvolvimento de Voleibol, em Saquarema (RJ), e o time paulista saiu com a vitória, por 3 sets a 2 (25/18, 22/25, 23/25, 25/16 e 15/11), em jogo decidido nos detalhes. Pelo time minastenista, o oposto Escobar e o ponteiro Honorato foram os destaques, com 16 pontos cada. O ponteiro Douglas Souza, do Taubaté, foi eleito o melhor em quadra, mas repassou o Troféu Viva Vôlei para o oposto Felipe Roque, que anotou 23 pontos.

Agora, o Fiat/Minas já está com foco total no próximo confronto da final, marcado para sexta-feira (16/4), às 19h, novamente em Saquarema, com transmissão ao vivo do Sportv 2. O time minastenista é um dos maiores vencedores da competição nacional, com quatro títulos, e precisa da vitória na segunda partida para seguir na disputa pelo pentacampeonato.

O levantador e capitão William analisou o desempenho da equipe, que chegou a estar na frente em determinado momento do jogo. “É difícil analisar agora, mas acho que fizemos um bom papel, passamos à frente e, não sei o porquê, não conseguimos manter o mesmo nível nos últimos sets. Vamos estudar e ver o que aconteceu, eles marcaram muito bem o Escobar nesse jogo. Achamos a solução durante a partida e os jogadores reagiram. Depois, foi do jogo, alguns erros de ataque em momentos decisivos, um erro meu com o Gustavão, acontece. Mas o time está de parabéns pela entrega e pela consciência tática, é um jogo difícil de ser jogado, uma final, mas nos comportamos bem. Nos nossos erros, eles aproveitaram”, afirmou.

A final – primeiro jogo
O set inicial da decisão foi do EMS Taubaté Funvic. O time paulista começou melhor e abriu vantagem nos primeiros pontos. O Fiat/Minas tentou colocar o seu ritmo em quadra, mas o Taubaté segurou o ataque minastenista, com seis pontos de bloqueio, e venceu a parcial por 25 a 18.

O segundo set começou mais equilibrado, e as equipes trocaram pontos. Com Escobar explorando o bloqueio, o Fiat/Minas fez 15 a 13, e o técnico Weber pediu tempo. Em boa passagem de João Rafael no saque, o time paulista virou o marcador (18 a 17), e foi a vez de Nery parar o jogo. A conversa teve efeito, e a equipe minastenista retomou a ponta. Trabalhando a virada de bola, o Fiat/Minas seguiu em vantagem e venceu por 25 a 22, empatando a partida em 1 a 1.

Em clima de final, o terceiro set foi muito disputado. Os times forçaram o saque e foram eficientes no ataque. Na metade da parcial, o Fiat/Minas ficou à frente no marcador, com Gustavão pontuando bloqueio, fundamento em que o time minastenista se destacou. A equipe soube administrar a vantagem e, no ataque do ponteiro Lazo, fez 25 a 23 e virou o placar do jogo para 2 a 1.

William destacou a entrega do Fiat/Minas na partida desta quarta-feira / Fotos: William Lucas/Inovafoto/CBVWilliam destacou a entrega do Fiat/Minas no jogo desta quarta-feira / Fotos: William Lucas/Inovafoto/CBV

No quarto set, o EMS Taubaté Funvic voltou melhor. O time paulista controlou as ações no início da parcial, e o técnico Nery parou a partida. Na conversa, o treinador minastenista pediu para o time encontrar novamente o seu padrão. Aproveitando o momento de instabilidade do Fiat/Minas, a equipe mandante fez 25 a 16 e levou o jogo para o tie-break.

O quinto e decisivo set começou equilibrado, com trocas de pontos. No decorrer da parcial mais curta, o EMS Taubaté Funvic assumiu a ponta (9 a 6), após erros do Fiat/Minas. O time minastenista tentou reagir, William recuperou uma bola sensacional, e Escobar converteu o ponto. Mas a equipe paulista estava focada e segurou a reação do time mineiro. No fim, vitória do Taubaté por 15 a 11.

Ficha técnica

EMS Taubaté Funvic: Bruno, Felipe Roque, Maurício Borges, Douglas Souza, Maurício Souza, Lucão e Thales (líbero). Entrou: João Rafael. Técnico: Javier Weber.

Fiat/Minas: William, Escobar, Honorato, Lazo, Gustavão, Matheus Pinta e Maique (líbero). Entraram: Lucas, Gustavo Orlando e Arthur Bento. Técnico: Nery Tambeiro.

Árbitros: Rogério Espicalsky (ES) e Ângela Grass (RS).

Fotos: William Lucas/Inovafoto/CBV.

Superliga 2020/21 – Finais

14/4 – EMS Taubaté Funvic (3 x 2) Fiat/Minas – Saquarema (RJ) – (25/18, 22/25, 23/25, 25/16 e 15/11)
16/4 – 19h – Fiat/Minas x EMS Taubaté Funvic – Saquarema (RJ) – Sportv 2

18/4 – 19h – EMS Taubaté Funvic x Fiat/Minas – Saquarema (RJ) – Sportv 2 (se necessário)

O Campeonato Brasileiro Interclubes de Vôlei – Superliga Banco do Brasil Masculina faz parte do rol de Campeonatos Brasileiros Interclubes em que parte dos atletas dos Clubes integrados ao Comitê Brasileiro de Clubes – CBC tem as despesas de hospedagem e transporte aéreo custeadas com recursos públicos geridos por esta fonte. 

Patrocinador: Fiat
Patrocinador: Axial
Patrocinador: Newton
Fornecedor de Material Esportivo: Icone

Siga as redes sociais oficiais do Vôlei do Minas:
Facebook:
 /mtcvolei
Instagram: @mtcvolei


Esse site armazena dados (como cookies), o que permite que determinadas funcionalidades (como análises e personalização) funcionem apropriadamente. Clique aqui e saiba mais!