Notícias

Esporte Vôlei Feminino

Outro foco

Bicampeão da Copa Brasil, Itambé/Minas vai a Osasco e foca na reta final da Superliga

Após invadir a praia e fazer festa no litoral fluminense, o Itambé/Minas, bicampeão da Copa Brasil Feminina, volta às atenções para a sequência da Superliga Feminina Banco do Brasil 2020/21. Nesta terça-feira (9/2), às 19h, as campeãs do Brasil, enfrentam o Osasco São Cristóvão Saúde, em Osasco (SP), pela sexta rodada do segundo turno da competição nacional, da qual o Itambé/Minas também é o atual campeão. A partida será transmitida, ao vivo, pelo Sportv2.

Bicampeãs da Copa Brasil voltam à quadra e,m busca de mais uma vitória na Superliga (Foto: Orlando Bento/MTC)Bicampeãs da Copa Brasil voltam à quadra em busca de mais uma vitória na Superliga (Foto: Orlando Bento/MTC)
O Itambé/Minas é o líder isolado da Superliga Feminina, com 42 pontos. O time mineiro tem 14 vitórias em 15 jogos. Já o Osasco, é o terceiro colocado, com 36 pontos e venceu 12 vezes em 14 jogos. O vice-líder é o Dentil/Praia Clube, que perdeu a decisão da Copa Brasil para o Itambé/Minas no fim de semana. A equipe de Uberlândia (MG) tem 37 pontos em 15 partidas disputadas.

A equipe minastenista vem embalada na temporada, com 12 vitórias seguidas, contando Superliga e Copa Brasil. Para a líbero Léia, a conquista da Copa Brasil serve de motivação para a equipe seguir na briga por mais um título na temporada. “Estamos vindo de uma semana muito positiva com a conquista da Copa Brasil e chegamos muito motivadas para esse duelo contra o Osasco São Cristóvão Saúde. Sabemos da dificuldade desse jogo, no primeiro turno, elas nos venceram e temos que apresentar um grande voleibol para sair de quadra com o resultado positivo. Elas têm um grande elenco e será importante sacarmos muito bem e fazermos o nosso jogo”, destaca Léia.

A partida em Osasco vai ter uma disputa mais acirrada para outras duas atletas, donas dos melhores bloqueios da competição. A central e bicampeã olímpica minastenista Thaisa tem o melhor aproveitamento, com média 1,31. Até aqui, a minastenista fez 49 pontos de block na temporada. A segunda colocada é a central Mayany, hoje, no Osasco, mas que foi revelada na base minastenista. A jogadora tem média de 1,25.

Superliga Feminina - Segundo turno
5/1 – Itambé/Minas (3 x 0) São Caetano – Arena MTC (25/11, 25/15 e 25/14)
12/1 – Pinheiros (1 x 3) Itambé/Minas – São Paulo (SP) – (23/25, 14/25, 25/19 e 20/25)
26/1 – Itambé/Minas (3 x 0) São Paulo FC/Barueri – Arena MTC – (25/20, 25/17 e 25/20)
3/2 - 19h - Fluminense (3 x 0) Itambé/Minas – Rio de Janeiro (RJ) – (25/15, 25/20 e 25/19)
9/2 – 19h – Osasco São Cristóvão Saúde x Itambé/Minas – Osasco (SP) – Sportv
13/2 – 21h30 – Itambé/Minas x Sesi Vôlei Bauru – Arena MTC – Sportv
16/2 – 19h – Itambé/Minas x Curitiba Vôlei – Arena MTC – Canal Vôlei Brasil
19/2 – 19h – Itambé/Minas x São José dos Pinhais/AIEL – Arena MTC – Canal Vôlei Brasil
23/2 – 19h30 – Sesc-RJ/Flamengo x Itambé/Minas – Rio de Janeiro (RJ) – Sportv
26/2 – 21h30 – Itambé/Minas x Dentil/Praia Clube – Arena MTC – Sportv
5/3 – 21h30 – Brasília Vôlei x Itambé/Minas – Brasília (DF) – Canal Vôlei Brasil

O Campeonato Brasileiro Interclubes de Vôlei – Superliga Feminina Banco do Brasil faz parte do rol de Campeonatos Brasileiros Interclubes em que parte dos atletas dos Clubes integrados ao Comitê Brasileiro de Clubes – CBC tem as despesas de hospedagem e transporte aéreo custeadas com recursos públicos geridos por esta fonte.

Patrocinador: Itambé
Patrocinador: Melitta
Patrocinador: Axial
Fornecedor de Material Esportivo: Icone

Siga as redes sociais oficiais do Vôlei do Minas:
Facebook:
/mtcvolei
Instagram: @mtcvolei


Esse site armazena dados (como cookies), o que permite que determinadas funcionalidades (como análises e personalização) funcionem apropriadamente. Clique aqui e saiba mais!