Notícias

Esporte Vôlei Feminino

Com autoridade

Itambé/Minas vence o Brasília Vôlei e fecha a primeira fase da Superliga com 21 vitórias em 22 jogos

O jogo entre Itambé/Minas e Brasília Vôlei, pela rodada de encerramento da primeira fase da Superliga Feminina Banco do Brasil 2020/21, foi quase um treino para as duas equipes. Isso porque o resultado da partida não mudou em nada a tabela de classificação. Com a liderança assegurada, de forma antecipada, o técnico Nicola Negro escolheu uma equipe alternativa para encarar o Brasília, que também estava definido na oitava posição. Com muita tranquilidade, a equipe mineira saiu de quadra com mais uma vitória por 3 sets a 0. Diante do Brasília Vôlei, que foi impedido de mandar o seu jogo na capital federal devido às restrições sanitárias causadas pela Covid-19, o time mineiro chegou à sua 21ª vitória em 22 jogos, alcançando 95,45% de aproveitamento. Na Arena Minas Tênis Clube, em Belo Horizonte (MG), a equipe candanga foi presa fácil para o time do técnico Nicola Negro, que chegou a 63 pontos na tabela de classificação. As parciais do duelo de encerramento da fase classificatória foram: 25/16, 25/23 e 25/23. O destaque da partida foi a central Júlia Kudiess, que fez 13 pontos e, ainda, foi eleita a melhor em quadra, levando o segundo Troféu Viva Vôlei da temporada. A ponteira Pri Daroit foi a maior pontuadora do Minas, com 16 pontos. Camila Mesquita, que substituiu a oposta Danielle Cuttino, lesionada, somou 13 pontos.

Júlia Kudiess, ao centro, foi eleita a melhor jogadora em quadra (Foto: Orlando Bento/MTC)Júlia Kudiess, ao centro, foi eleita a melhor jogadora em quadra (Foto: Orlando Bento/MTC)
Nas quartas de final, o Itambé/Minas vai enfrentar o próprio Brasília Vôlei, que também já havia garantido a classificação para a segunda fase do torneio nacional. O time do Distrito Federal fechou a primeira fase em oitavo lugar, com 24 pontos. Os demais confrontos das quartas de final da Superliga serão entre o vice-líder Osasco São Cristóvão Saúde e o sétimo colocado Curitiba Vôlei. Em terceiro lugar, o Dentil/Praia Clube vai encarar o São Paulo/Barueri, que foi sexto colocado. Por fim, o Sesi Vôlei Bauru, quarto colocado, vai enfrentar o Sesc-RJ/Flamengo, que foi o quinto. A fase quartas de final será decidida em melhor de três jogos, com os quatro primeiros tendo a chance de fazer o terceiro jogo, se necessário, em casa. As datas, horários e locais das partidas serão confirmados nos próximos dias pela Confederação Brasileira de Voleibol (CBV).

Após a partida, a central Júlia Kudiess comemorou a boa atuação e mais uma conquista do Troféu Viva Vôlei. “Fiquei muito feliz em contribuir com o time, de poder ser titular no último jogo desta fase e de ter mostrado o que sei fazer, o que eu venho trabalhando há muito tempo. É muito gratificante e eu só tenho agradecer ao Nicola Negro, à toda comissão técnica e às meninas porque elas me ajudam muito e me dão muita força. Agora, vamos para cima, vamos pegar o Brasília, nas quartas de final, e eu sei que vai dar certo, que a gente vai conseguir porque a gente está trabalhando muito e somos um ótimo time”, comemorou a jogadora.

O jogo
O técnico Nicola Negro aproveitou a oportunidade e colocou em quadra um time alternativo, com Pri Heldes, no lugar de Macrís, Lara Nobre e Júlia pelo meio de rede, Kasielly e Pri Daroit como ponteiras, Camila Mesquita no lugar de Danielle Cuttino e a jovem Luanna, como líbero. O Brasília iniciou o jogo de forma agressiva e abriu pequena vantagem. No entanto, as minastenistas se acertaram e, sem dar chances ao adversário, venceram a primeira parcial: 25/16. A partir do segundo set, o jogo ficou mais equilibrado. O time da capital federal tentou de todas as formas vencer a partida, no entanto, as forças acabaram na reta final das duas parciais finais. O Itambé/Minas, com muita força de ataque, fechou o duelo em parciais seguidas de 25/23.

Ficha Técnica
Brasília Vôlei:
Neneca, Aline, Ju Carrijo, Geovana, Ariele, Isabela e Vitória (Líbero). Entraram: Peroto e Letícia. Técnico: Rogério Portela.

Itambé/Minas: Pri Heldes, Camila Mesquita, Lara Nobre, Júlia Kudiess, Pri Daroit, Kasiely e Luanna (líbero). Entraram: Carol Gattaz, Macrís e Thaisa. Técnico: Nicola Negro.

Superliga Feminina - Segundo turno
5/1 – Itambé/Minas (3 x 0) São Caetano – Arena MTC (25/11, 25/15 e 25/14)
12/1 – Pinheiros (1 x 3) Itambé/Minas – São Paulo (SP) – (23/25, 14/25, 25/19 e 20/25)
26/1 – Itambé/Minas (3 x 0) São Paulo FC/Barueri – Arena MTC – (25/20, 25/17 e 25/20)
3/2 – Fluminense (0 x 3) Itambé/Minas – Rio de Janeiro (RJ) – (15/25, 20/25 e 19/25)
9/2 – Osasco São Cristóvão Saúde (0 x 3) Itambé/Minas – (25/20, 25/19 e 25/22)
13/2 – Itambé/Minas (3 x 1) Sesi Vôlei Bauru – 25/17, 25/21, 24/26 e 26/24)
16/2 – Itambé/Minas (3 x 0) Curitiba Vôlei – Arena MTC – (25/14, 25/21 e 25/17)
19/2 – Itambé/Minas (3 x 0) São José dos Pinhais/AIEL – Arena MTC – (25/22, 25/21 e 25/17)
23/2 – Sesc-RJ/Flamengo (0 x 3) Itambé/Minas – Rio de Janeiro (RJ) – 25/16, 25/21 e 25/23)
26/2 – Itambé/Minas (3 x 1) Dentil/Praia Clube – Arena MTC – (23/25, 25/23, 27/25 e 28/26)
5/3 –  Brasília Vôlei (0 x 3) Itambé/Minas – Arena MTC – (16/25, 23/25 e 23/25)

O Campeonato Brasileiro Interclubes de Vôlei – Superliga Feminina Banco do Brasil faz parte do rol de Campeonatos Brasileiros Interclubes em que parte dos atletas dos Clubes integrados ao Comitê Brasileiro de Clubes – CBC tem as despesas de hospedagem e transporte aéreo custeadas com recursos públicos geridos por esta fonte.


Patrocinador: Itambé
Patrocinador: Melitta
Patrocinador: Axial
Fornecedor de Material Esportivo: Icone

Siga as redes sociais oficiais do Vôlei do Minas:
Facebook: /mtcvolei
Instagram: @mtcvolei

Fotos: Orlando Bento/MTC


Esse site armazena dados (como cookies), o que permite que determinadas funcionalidades (como análises e personalização) funcionem apropriadamente. Clique aqui e saiba mais!