Notícias

Esporte Judô

Feito Inédito

Schmidt conquista sua primeira medalha em um Grand Prix de judô

O passaporte do judoca Guilherme Schmidt para o Ciclo de Paris 2024 começou com carimbo de prata diretamente do Grand Prix de Zagreb, na Croácia. O minastenista, de apenas 20 anos, conquistou o segundo lugar do pódio da competição na final do peso meio-médio masculino (81kg). Ele venceu três lutas e só parou na final diante do número um do mundo, Tato Grigalashvili, da Geórgia. Não bastasse a importância do primeiro desafio pós Olimpíadas de Tóquio, o resultado positivo também marcou a primeira medalha de Schmidt em um Grand Prix, reforçando mais uma vez, o promissor e já vitorioso caminho do atleta a ser trilhado nos próximos anos de judô brasileiro e mundial. 

🥋🥈O Caminho da Prata!

Schmidt apertou o play no Grand Prix de Zagreb vencendo o francês Tizie Gnamien por ippon com uma chave de braço. Avançando para as quartas de final, demonstrou superioridade sobre Jose Maria Izquieta, da Espanha, por waza-ari, e avançou à semifinal, onde superou o moldavo Dorin Gotonoaga, por ippon. Na luta final pelo lugar mais alto do pódio, o jovem judoca brasileiro encontrou em seu caminho Tato Grigalashvili, o atual número um do mundo. Guilherme Schmidt foi bravo, resistente e chegou a conseguir forçar duas punições em Grigalashvili, mas não alcançou a pontuação para ficar com a vitória. 

🤜🤛Valeu, Millena!

A bandeira do Minas também foi representada no GP por Millena Silva (70kg) que acabou superada pela croata Andela Violic, por waza-ari, na primeira luta da competição.

Patrocinador: Interodonto

Siga as redes sociais oficiais da equipe de judô do Minas:
Facebook: 
/mtcesporte
Instagram: @mtcesporte

Fotos: Federação Internacional de Judô


Esse site armazena dados (como cookies), o que permite que determinadas funcionalidades (como análises e personalização) funcionem apropriadamente. Clique aqui e saiba mais!