Notícias

Outros

Fazer o Bem

Conheça um pouco da história de mulheres que fazem o bem

Em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, vamos celebrar a data contando um pouco sobre o trabalho de instituições e, especialmente, de mulheres que coordenam projetos em prol de apoiar e empoderar mulheres. As ações escolhidas são os projetos Romper, Avança Judô, Viva Down e Banho de Amor.

Já conhecemos, ao longo do mês, a história de três mulheres incríveis, que fazem a diferença na vida de centenas de pessoas, especialmente na vida de mulheres e adolescentes. E, para encerrar a série "Mulheres que fazem o bem”, hoje vamos conhecer uma das participantes do projeto Banho de Amor.

Maria Alice é uma das coordenadoras da Associação Banho de Amor, uma Organização Não Governamental, sem fins lucrativos, que cuida de pessoas em situação de rua, com a finalidade de resgatar a sua dignidade. O projeto oferece a pessoas em situação de rua acolhimento, escutatória, massagem, Reiki, corte de cabelo, penteado, maquiagem, manicure, oferta de banho quente, roupas limpas, lanche, atendimento da saúde, jurídico, empréstimo de livros e cadastro para emprego.

A coordenadora de logística do projeto também participa das atividades de encaminhamento e acompanhamento dos assistidos pela Associação para tratamento do vício em álcool e drogas. "Temos convênio com duas comunidades terapêuticas que também acolhem mulheres, e já encaminhamos algumas para tratamento. Essas, especialmente, são o nosso orgulho. Estão trabalhando, reintegradas na sociedade e felizes”, afirma a apoiadora.

O projeto também apoia as famílias das pessoas em situação de rua ou dependentes químicos. “As mães e esposas de outros assistidos, que já passaram pela internação ou ainda estão internados, são mulheres que também nos deixam muito orgulhosos. Algumas dessas mulheres (mães, esposas) participam do tratamento da Terapia Breve – consistente em psicoterapia realizada por profissionais parceiros – que, além de ser disponibilizada para os assistidos internados, também é ofertada a elas. Os depoimentos e os resultados desses atendimentos nos enchem de alegria e nos incentivam a continuar em frente”, conta Maria Alice.

Siga as redes sociais oficiais do Minas:
Facebook: /minastenisclube
Instagram: @minastenisclube

 


Esse site armazena dados (como cookies), o que permite que determinadas funcionalidades (como análises e personalização) funcionem apropriadamente. Clique aqui e saiba mais!