Notícias

Esporte Natação

É CAMPEÃO!

Minas lidera de ponta a ponta e conquista o seu décimo título do Troféu Brasil

Fotos: Ricardo Sodré e Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Rio de Janeiro (RJ) – O Minas soltou o grito de “É campeão!” na piscina Parque Aquático do Club de Regatas Vasco da Gama, na noite deste sábado (12/12). O time minastenista liderou o Troféu Brasil de Natação desde o primeiro dia de provas, teve um grande desempenho em toda a competição e conquistou o título de campeão geral de clubes, com 2.788,50 pontos. O Corinthians foi o segundo colocado, com 1.075 pontos, e o Curitibano ficou em terceiro, com 583 pontos. Ao todo, os atletas conquistaram 47 medalhas, sendo 25 de ouro, 17 de prata e cinco de bronze. Este foi o décimo título do Minas no torneio (1987/89/91/93/94/96/97, 2011/13 e 2020), que é um dos mais tradicionais do País.

O Clube ainda terminou em primeiro lugar no masculino, com 1.454 pontos, e no feminino, com 914,50 pontos. Os destaques do torneio também foram Clube. Julia Sebastian e Guilherme Costa levaram o troféu de melhor índice técnico e o prêmio de R$ 3 mil. Costa ainda levou o troféu de Atleta Eficiente, após ser campeão dos 400m, 800m e 1.500m livre e somar 131 pontos. Aline Rodrigues sobrou na competição e levou sete medalhas, sendo quatro de ouro e três de prata. A nadadora também levou o prêmio de Atleta Eficiente, com 157 pontos.

O técnico Sérgio Marques comemorou o resultado da equipe. “Foi um ano muito difícil para todos, de superação, e eu tenho certeza que, com essa competição, junto com a CBDA e a natação brasileira por completo, nós abrimos a porta para 2021, rumo à seletiva olímpica. Com muita esperança para conseguirmos chegar até os Jogos Olímpicos e fazer uma campanha histórica para a natação brasileira. Estou muito feliz que o Minas Tênis Clube é o campeão do Troféu Brasil após nove anos, gostaria de agradecer a todos os profissionais do Clube. Estamos todos aqui por amor ao esporte”.

O nadador Lucas Peixoto, de 20 anos, também foi um dos destaques do Minas na competição, com três medalhas de ouro e duas de prata, além de melhorar as suas marcas e levar o prêmio de R$ 4mil por vencer o desafio skins da prova de 50m livre. Após a etapa final, Lucas agradeceu o apoio de todos do time. “Estava difícil até para sabermos se teríamos a competição ou não. Mas deu tudo certo e é uma felicidade enorme poder estar aqui. É mais fácil treinar e competir ao lado de toda essa galera do Minas, muito obrigado a todos por todo suporte no dia a dia”, afirmou o atleta, que chegou ao Minas em setembro de 2019.

Lucas Peixoto conquistou cinco medalhas Troféu BrasilLucas Peixoto conquistou cinco medalhas Troféu Brasil

Resultados das finais
A última etapa de provas começou com os 1.500m livre. No feminino, prata para a minastenista Beatriz Dizotti (16m43s46). Viviane Jungblut levou o ouro (16m31s63/GNU) e Betina Lorscheitter a medalha de bronze (16m54s35/Corinthians). No masculino, o pódio foi todo do Minas: Guilherme Costa em primeiro (15m21s10), Diogo Villarinho em segundo (15m22s68) e Miguel Valente em terceiro (15m29s73).

Na segunda prova do dia, os 100m costas, mais um ouro e uma prata. Leonardo Guedes venceu a disputa entre os homens (55s28), seguido por Pedro Motta em segundo (56s47/Corinthians) e Vitor Guaraldo em terceiro (56s72/Curitibano). Já Fernanda Celidônio garantiu a prata entre as mulheres (1m04s12). Natália de Luccas foi a campeã (1m02s27/Paineiras) e Erika Gonçalves a terceira colocada (1m04s46/Corinthians).

Beatriz Dizotti levou duas medalhas nas finais deste sábadoBeatriz Dizotti levou duas medalhas nas finais deste sábado
Para encerrar as provas individuais do Troféu Brasil os atletas disputaram os 200m borboleta. No feminino, teve dobradinha minastenista com Beatriz Dizotti (2m18s89) e Ana Cecília Carvalho (2m20s62). Gabriela Mello completou o pódio (2m21s41/Paineiras). E, no masculino, mais um ouro para o Minas com Kauê Carvalho (1m58s05). Luiz Altamir Melo chegou em segundo (1m58s84/Flamengo) e Gustavo Saldo em terceiro (1m59s44/Curitibano).

Novidade no revezamento
Além da disputa dos 50m livre em formato skins, na última quinta-feira (10/12), o Troféu Brasil apresentou outra novidade na competição nas finais deste sábado. Foi realizado o revezamento 4x50m medley misto, com oito equipes formadas por atletas de clubes diferentes. As equipes foram definidas por sorteio, com os melhores de cada estilo. A equipe vencedora contou com os minastenistas Felipe França e Kauê Carvalho, além de Erika Gonçalves e Priscila Souza, e levou o prêmio de R$ 10mil após nadar em 1m45s42.

Equipe campeã do revezamento 4x50m medleyEquipe campeã do revezamento 4x50m medley

O Troféu Brasil 2020 também foi seletiva para o Campeonato Sul-americano de Desportos Aquáticos, em Buenos Aires, na Argentina, no próximo ano, ainda sem data definida. A competição internacional é absoluta, mas a delegação brasileira será formada apenas por atletas com idade entre 17 e 21 anos. O critério de convocação é por índice técnico, e a lista de classificados será divulgada posteriormente pela CBDA.

Medalhas do Minas – Troféu Brasil 2020

Ouro
Guilherme Costa – 800m livre – 7m58s03
Vinícius Lanza – 100m borboleta – 52s23
Julia Sebastian – 100m peito – 1m07s69
Felipe França – 100m peito – 1m00s84
Fernanda Andrade, Luana Ribeiro, Fernanda Celidônio e Aline Rodrigues – 4x100m livre – 3m50s24
Marco Antonio Junior, Lucas Peixoto, Fernando Scheffer e Vinícius Lanza – 4x100m livre – 3m17s32
Aline Rodrigues – 200m livre – 2m01s16
Fernando Scheffer – 200m livre – 1m47s21
Leonardo Guedes – 200m costas – 2m04s02
Bruno Fratus – 50m livre – 22s32
Fernanda Andrade, Ana Cecília Carvalho, Beatriz Dizotti e Aline Rodrigues – 4x200m livre – 8m24s70
Pablo Vieira, Lucas Peixoto, Guilherme Costa e Fernando Scheffer – 4x200m livre – 7m23s47
Guilherme Costa – 400m livre – 3m50s84
Julia Sebastian – 200m peito – 2m28s05 
Beatriz Lysy – 200m peito – 2m31s80
Andreas Mickosz – 200m peito – 2m13s82
Marco Antonio Junior – 100m livre – 49s36
Fernanda Celidônio – 200m medley – 2m16s87
Vinícius Lanza – 200m medley – 2m00s59
Fernanda Celidônio, Julia Sebastian, Giulia Carvalho e Aline Rodrigues – 4x100m medley – 4m16s70
Leonardo Guedes, Diego Prado, Guilherme Rosolen e Lucas Peixoto – 4x100m medley – 3m39s87 
Guilherme Costa – 1.500m livre – 15m21s10
Leonardo Guedes – 100m costas – 55s28
Beatriz Dizotti – 200m borboleta – 2m18s89
Kauê Carvalho – 200m borboleta – 1m58s05

Prata
Aline Rodrigues – 800m livre – 8m45s98
Diogo Villarinho – 800m livre – 8m01s21
Victor Baganha – 100m borboleta – 52s52
Beatriz Lysy – 100m peito – 1m10s90
Andreas Mickosz – 100m peito – 1m01s20
Nichelly Lysy – 400m medley – 4m57s94
Isaac Saraiva – 200m costas – 2m05s51
Lucas Peixoto – 50m livre – 22s49
Aline Rodrigues – 400m livre – 4m14s99
Thayanne Cardoso – 200m peito – 2m32s53
Felipe França – 200m peito – 2m15s30
Aline Rodrigues – 100m livre – 56s93
Lucas Peixoto – 100m livre – 49s62
Beatriz Dizotti – 1.500m livre – 16m43s46
Diogo Villarinho – 1.500m livre – 15m22s68)
Fernanda Celidônio – 100m costas – 1m04s12
Ana Cecília Carvalho – 200m borboleta – 2m20s62

Bronze
Evandro Silva – 100m peito – 1m01s89
Fernanda Celidônio – 200m costas – 2m21s22
Marco Antonio Junior – 50m livre – 22s64
Fernando Scheffer – 400m livre – 3m53s47 
Miguel Valente – 1.500m livre – 15m29s73

Os atletas fazem parte do projeto 2018.02.0034 Formação e Desenvolvimento de Atletas da Natação por meio do mecanismo fiscal do governo de Minas Gerais: Minas Esportiva Incentivo ao Esporte.

Siga as redes sociais oficiais da Natação do Minas:
Facebook: /mtcnatacao
Instagram: @mtcnatacao 


Esse site armaneza dados (como cookies), o que permite que determinadas funcionalidades (como análises e personalização) funcionem apropriadamente. Clique aqui e saiba mais!