Notícias

Outros

Para fazer a diferença

Comitê Gestor destaca a importância dos voluntários para o PMTS

Em setembro, o Minas Tênis Solidário completa 4 anos de atuação, desde a sua reformulação em 2017. Atualmente, o programa conta com, aproximadamente, 200 voluntários inscritos e 65 instituições apoiadas, entre casas de acolhimento de crianças e adolescentes, lares de idosos, creches, escolas e hospitais, além de grupos de apoio a pessoas em situação de rua e vulnerabilidade social. 

Para comemorar a data, ao longo do mês faremos edições especiais do Faça o Bem, com algumas pessoas que fazem parte da história do programa. Abrindo a série, conversamos com os membros do Comitê Gestor do Minas Tênis Solidário - Denise Siqueira Lobão, Delson de Miranda Tolentino, Fábio Lima Jardim e Rosilene Miranda Barroso Cruz - sobre a importância dos voluntários para que a iniciativa siga se desenvolvendo.

Comitê Gestor do Programa Minas Tênis Solidário (Foto: Orlando Bento/MTC)

Ao longo desses quatro anos de Minas Tênis Solidário, quais as principais mudanças e avanços que podem ser notados no corpo de voluntários do programa?

Denise Siqueira Lobão - Temos notado um engajamento cada vez maior dos associados e parceiros nos projetos do Minas Tênis Solidário e essa fase de pandemia, momento ímpar na história da humanidade, motivou ainda mais os voluntários a ajudar o próximo.

A Covid e seus reflexos têm impactado diretamente na forma de nos relacionar. As desigualdades e o desemprego se acentuaram e, como é um processo de causa e efeito, temos recebido cada vez mais solicitações de auxílio. Atentos a isso, o grupo Gestor tem intensificado e diversificado as ações procurando dar amplitude nas atuações socioambientais e todo o corpo de voluntários tem participado ativamente, tanto na viabilização dessas ações como, também, contribuindo  com sugestões de projetos. 

Nosso objetivo é fazer o bem para o maior número de indivíduos, dando sempre prioridade àqueles que mais precisam. Acredito que o Minas Tênis Solidário tem conseguido tocar a alma e os corações das pessoas num processo natural de convencimento e, assim, temos um corpo de voluntários maior a cada dia e mais atuante. Juntos aumentamos o nosso potencial e ficamos mais fortes e organizados para a missão de fazer o bem.

Atualmente, como é a relação do Minas Tênis Solidário com os voluntários? Qual a importância deles para o desenvolvimento do Programa?

Fábio Lima Jardim - O Programa conta, hoje, com mais de cem voluntários atuantes, distribuídos em seis grupos: Ações Pontuais, Educação, Idosos, Infantil, Jovens e Meio Ambiente. Há, ainda, dezenas de voluntários que, por motivos particulares, pretendem atuar mais à frente. São diversas ações e projetos que, através da contribuição de tempo, conhecimento e experiência dessas pessoas, produzem um resultado significativo para as Instituições parceiras.

Pode-se dizer que o sucesso do Programa se deve principalmente ao voluntariado, que atua com prazer, dedicação e profissionalismo, em prol de um objetivo maior, que é o de ajudar a quem mais precisa.

Para o futuro, o que o Minas Tênis Solidário espera dos voluntários? 

Delson de Miranda Tolentino - Estamos alcançando os objetivos do PMTS, mas temos ainda uma longa caminhada e contamos com mais adesões de associados para o crescimento deste importante projeto de elevado interesse social.

Qual mensagem você deixa para os voluntários neste momento de comemoração dos 4 anos do Minas Tênis Solidário?

Rosilene Miranda Barroso Cruz - Solenemente e com o coração descompassado de gratidão, saudamos  o compromisso, o doce olhar, o sorriso, a gentileza e o maravilhoso exemplo de humanismo e desprendimento de nossos voluntários.

Para finalizar, qual é o sentimento que cada um de vocês possui como voluntário do programa?

Denise - Ser voluntária desse programa é um afago para o coração e para a alma na medida em que nos dá a oportunidade  de exercer nossa  cidadania  por ser um programa pautado no acolhimento  ao próximo e no respeito ao  meio ambiente e, portanto, dá um sentido especial em nossas vidas.

Delson - Um sentimento de orgulho de ser voluntário deste projeto que tem contribuído para melhorar a qualidade de vida de pessoas carentes, fazendo do Minas um clube que proporciona aos seus associados, lazer, cultura, esporte e educação, de melhor qualidade, mas que, também, se preocupa com a qualidade de vida daqueles que não podem ser sócios, ou seja, um  verdadeiro “Clube Cidadão”.

Rosilene - O voluntariado é sempre uma forma de ampliar o alcance do coração, de entender as diferenças, de ceder o palco, de manter as mãos estendidas, de crescer junto. Tempo de troca, de aprendizado, de testemunho de belas ações.

Fábio - Sinto-me feliz podendo ajudar um grande número de pessoas, e o Programa Minas Tênis Solidário me possibilita isso, devido à sua abrangência e excelente imagem junto às Instituições, associados, colaboradores e atletas do Clube. Para mim é, também, uma grande oportunidade de fazer novas amizades e de me aproximar de pessoas de grande valor, que batalham por melhores condições de vida para o próximo.

Acredito que os projetos e as ações do programa, mesmo aquelas de caráter assistencialista, têm poder de transformação, pois despertam nas pessoas o desejo de ajudar e permitem exercitar o respeito e amor ao próximo, e isso é permanente e tem efeito multiplicador. A atenção que conseguimos dar às pessoas mais necessitadas, durante as ações do programa, é muito valorizada por todos.

Considero que o Programa Minas Tênis Solidário, além de vir cumprindo bem sua missão, tem procurado se fortalecer e crescer, pois a demanda é muito grande e vem crescendo a cada dia.


Esse site armazena dados (como cookies), o que permite que determinadas funcionalidades (como análises e personalização) funcionem apropriadamente. Clique aqui e saiba mais!