Assista ao vídeo

Notícias

Esporte Ginástica Artística

Mais forte

Caio Souza e técnico Ricardo Yokoyama reforçam a equipe de ginástica artística do Minas

Um dos nomes mais promissores da ginástica artística brasileira da atualidade está vestindo, além do verde e amarelo da seleção do Brasil, o azul e branco do Minas Tênis Clube. O ginasta Caio Souza, de 27 anos, é o novo integrante da equipe Adulta do Minas. O Clube também acertou a contratação do treinador Ricardo Kimura Yokoyama, que será assistente técnico de Antonio Lameira, na equipe principal. Os dois já treinam no Minas I e estavam em São Bernardo do Campo (SP). Caio chega ao Clube com o discurso discreto de ajudar a equipe minastenista a conquistar o Campeonato Brasileiro por equipes em 2021, caso a competição seja realizada, mas ele também tem a ambição e é um dos candidatos a representar o Minas e o Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio, previstos para serem disputados no segundo semestre deste ano.

Caio Souza já treina no Minas I e quer conquistar títulos (Foto: Orlando Bento/MTC)Caio Souza já treina no Minas I e quer conquistar títulos (Foto: Orlando Bento/MTC)
Caio é natural de Volta Redonda (RJ) e começou bem cedo no esporte. Antes de se tornar ginasta, foi influenciado pelo irmão mais velho a lutar caratê. Pela pouca estatura e para a sorte do Brasil, não deu certo. Aos 3 anos, aconselhado a buscar outro esporte, foi matriculado, pelos pais, na escolinha de ginástica artística da cidade, onde treinou até os 7 anos, antes de se transferir para o Flamengo. Em 2013, se mudou para São Bernardo do Campo (SP), onde treinou até o ano passado.

O atleta de 1,64m coleciona vários títulos nacionais e internacionais, como o ouro na barra fixa na etapa de Varna da Copa do Mundo de 2017 e os títulos por equipe e na barra fixa no Sul-americano de Cochabamba, em 2018. Nos Jogos Pan-americanos de Toronto, em 2015, Caio foi medalhista de prata por equipes e bronze no individual geral. No Campeonato Mundial do mesmo ano, disputado na China, esteve presente na equipe que conseguiu a inédita classificação do Brasil para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. No mundial de 2017, o ginasta conseguiu a sua primeira final individual e terminou como 15º melhor ginasta do planeta. Na edição seguinte, em Doha, no Catar, Caio avançou para três finais: por equipes, terminando em 7º lugar; no salto, onde foi o 8° colocado; e no individual geral, que foi o 13º do mundo. Em 2019, conquistou resultados mais expressivos. No Pan-americano de Lima, no Peru, Caio foi campeão com a equipe e medalhista de prata nas barras paralelas. Além disso, foi medalhista de ouro no individual geral, tornando-se o ginasta mais completo do continente e o primeiro brasileiro a chegar a esse posto. O atleta participou do Mundial de 2019, ajudando a equipe brasileira a garantir a vaga nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Naquela competição, os minastenistas Leonardo de Souza e Lucas Bitencourt também integraram a equipe do Brasil.

“Essa estrutura fantástica do Minas e essa vontade do Clube de querer levar os seus atletas ao topo é muito motivante. Eu estou muito feliz em poder representar o Minas e de poder levar o nome do Clube em vários campeonatos nacionais, em mundiais e, se Deus quiser, levar o nome do Minas para a Olimpíada. E, quem sabe, por que não, aparecer em uma manchete que um atleta do Minas é campeão olímpico de ginástica? Este é o meu sonho e vou lutar por ele. Espero ser muito feliz aqui no Minas”, afirma Caio Souza.

O treinador Ricardo Kimura, novo membro da comissão técnica, está confiante no desempenho dos atletas minastenistas nesta temporada. “Eu sempre vi a equipe de ginástica artística do Minas muito forte e candidata ao título nacional, com vários atletas de muita qualidade e que integram a seleção brasileira, além de outros jovens que têm muito potencial para se juntar ao grupo. Então, eu acredito e vamos trabalhar para que a gente consiga grandes resultados. Eu quero contribuir, somar forçar com os meus conhecimentos e experiências e ajudar nos trabalhos do técnico Antonio Lameira. Trabalhando bastante e acertando detalhes, acredito que vem coisa boa por aí”, ressalta Ricardo.

Tanto Caio quanto Ricardo já estão integrados à equipe de ginástica artística do Minas. No fim do ano passado, eles fizeram um tour pelo Minas I, conheceram as estruturas do Clube, o ginásio de treinamento, visitaram o Centro de Memória do Centro Cultural Unimed-BH Minas e conheceram a exposição permanente “Minas Tênis Clube: Várias Histórias”, que tem o acervo de troféus, medalhas e uniformes antigos do Minas, além de vários documentos e mobiliário do Clube.



Siga as redes sociais oficiais da equipe de ginástica do Minas:
Facebook: /mtcesporte
Instagram: @mtcesporte


Esse site armaneza dados (como cookies), o que permite que determinadas funcionalidades (como análises e personalização) funcionem apropriadamente. Clique aqui e saiba mais!