Notícias

Esporte Futsal

Entrevista

Técnico Peri Fuentes fala sobre mudanças no esporte e retomada das competições

Após meses de preparação por meio dos treinos online, a equipe de futsal do Minas pode estar próxima do retorno às competições oficiais, uma vez que a Liga Nacional de Futsal 2020 teve início no último fim de semana, seguindo protocolos de biossegurança. O time minastenista deve estrear na principal competição nacional fora de casa, em Brasília, na próxima semana. Pensando na sequência do futsal no ano, o entrevistado da semana é o técnico Peri Fuentes, que conta como foram os treinamentos durante o período de quarentena e como ele avalia a equipe para o restante da temporada. O treinador minastenista também falou sobre quais mudanças a pandemia pode trazer para o esporte. Confira!

Assessoria de Comunicação – A equipe estava próxima do início dos jogos oficiais na temporada quando tudo parou. Em um primeiro momento, como isso impactou o grupo?

Peri Fuentes – O momento da parada foi impactante para todos, pois ninguém sabia por quanto tempo seria e quais os impactos a curto, médio e longo prazo. Ou seja, foi um momento de incertezas. Foi frustrante no primeiro momento, pois estávamos muito próximos da estreia da Liga Nacional de Futsal.

Assessoria de Comunicação – Ao longo dos meses de quarentena, como foi se desenvolvendo a nova rotina de treinos da equipe? O que foi possível fazer nesse período para manter o grupo com boas condições físicas? Como conseguiu passar as orientações táticas e técnicas?

Peri Fuentes – Tivemos um trabalho de toda a comissão técnica, principalmente do Rodrigo, nosso preparador físico, e do Felipe, nosso fisioterapeuta, que procuraram criar e inventar situações de treinos em função da especificidade do jogo. Foi algo muito difícil, pois treinar em casa, sozinho, on-line, durante tanto tempo é muito difícil. Fizemos também muitas reuniões on-line com convidados de diversas áreas e não só de dentro da quadra: atletas, ex-atletas, técnicos e pessoas referências nas suas áreas. Tivemos muitas reuniões debatendo parte tática, técnica e situações diversas do jogo. Esperamos que essas reuniões tenham nos ajudado a crescer e a entender muitas coisas que, às vezes, pela correria do dia a dia, não conseguimos. Tivemos mais oportunidades de esclarecimentos.

Assessoria de Comunicação – O Minas pode estar próximo da estreia na Liga Futsal. Como a equipe chega para essa competição?

Peri Fuentes – Ainda não temos definido a data certa da estreia, mas acreditamos que deve ser logo. Não sabemos como será a retomada, em todos os sentidos: falta de ritmo de treino e de jogo, e pouco período de treinamentos com bola e com enfrentamentos, devido ao distanciamento. Sendo assim, esperamos que consigamos acelerar esse processo de adaptação, pois o calendário será curto e teremos uma sequência com pouco intervalo entre os jogos. O grupo, como um todo, será fundamental para termos o máximo de jogadores à disposição. Os treinos servirão mais para ajustes e preparação para o próximo adversário do que para uma evolução.

Peri Fuentes orienta os atletas durante treino, ainda em março, antes da parada pela pandemia / Foto: Orlando BentoPeri Fuentes orienta os atletas durante treino, ainda em março, antes da parada pela pandemia / Foto: Orlando Bento

Assessoria de Comunicação – Como você vê o retorno da Liga nesse momento com os protocolos de biossegurança?

Peri Fuentes – Os protocolos estão sendo bem rigorosos e com os cuidados para proteger o principal: a vida. Todos nós já estamos nos adaptando no dia a dia de treinos com as normas de segurança e higiene. Os jogos terão protocolos com cuidados antecipados. As situações dos jogos ainda serão inéditas, pois nunca jogamos com ginásio fechado e sem público, é algo a se adaptar, até mesmo pela ausência de barulho, que não é comum. Porém, precisamos nos adaptar o mais rápido possível, pois isso não mudará tão cedo.

Assessoria de Comunicação – O Minas manteve a base da última temporada. Como é trabalhar com um elenco jovem? Quais as expectativas para o restante do ano?

Peri Fuentes – As expectativas no início do ano eram as melhores possíveis, em função da sequência do trabalho e da continuidade com a base do grupo de 2019. Agora, as equipes que conseguirem se adaptar o mais rápido possível a todas as dificuldades e situações que a pandemia nos trouxe, terão grandes chances de obterem êxito. Nossa expectativa é de que a nossa equipe consiga responder e buscar os objetivos.

Assessoria de Comunicação – Na sua avaliação, o que mudou nesse período de quarentena, na preparação de uma equipe, e que poderia permanecer?

Peri Fuentes – Acho que, por incrível que pareça, a pandemia nos aproximou com as reuniões diárias. Trocamos experiências, debatemos varias situações da parte técnica e tática, além de outros temas. Também transformou as nossas vidas com reflexões e adaptações às novas realidades da vida de uma maneira geral.

Assessoria de Comunicação – De modo geral, acredita que essa pandemia pode trazer mudanças ao esporte?

Peri Fuentes – Certamente ocorrerão mudanças. Ainda estamos conhecendo a nova realidade de trabalho, o ambiente, as adaptações nos treinos e os protocolos de segurança. As mudanças no esporte serão muitas, nos treinos, nos jogos, nas viagens, no convívio diário e até nas coisas mais simples como a comemoração de um gol ou de uma vitória. Acredito que teremos protocolos, testagens e cuidados contínuos com saúde e segurança.

Patrocinador: Grupo Risotolândia
Fornecedor de material esportivo: Clanel

Siga as redes sociais oficiais do Futsal do Minas:
Facebook: /mtcfutsal
Instagram: @mtcfutsal


Esse site armaneza dados (como cookies), o que permite que determinadas funcionalidades (como análises e personalização) funcionem apropriadamente. Clique aqui e saiba mais!