Notícias

Cultura

Música de Domingo

Rafael Martini e Ceumar cantam na tarde do Centro Cultural Unimed-BH Minas

O Teatro do Centro Cultural Unimed-BH Minas será palco, no dia 24/10 (domingo), às 16h, do projeto Música de Domingo, com o show de lançamento do disco “Vórtice”, do compositor, arranjador e pianista mineiro Rafael Martini.  O álbum traz músicas próprias que dialogam com o jazz contemporâneo na apresentação de temas com forte assinatura e apontam para uma polifonia intrincada nos arranjos, onde os universos do rock e da música eletrônica são grandes turbinas abastecidas com uma base firme na música instrumental brasileira. O show contará com a participação de Ceumar. Os ingressos, que são gratuitos e limitados a um par por CPF, podem ser retirados na bilheteria ou no site Eventim. É obrigatório o uso de máscara.

Vencedor por três vezes do prêmio BDMG Instrumental, em 2004, 2012 e 2019, Rafael Martini é professor da Escola de Música da UFMG e diretor da Geraes Big Band. Compositor, arranjador, pianista e cantor, Rafael é fortemente influenciado por artistas como Egberto Gismonti, Hermeto Pascoal e Tom Jobim, também pelo jazz realizado atualmente nos Estados Unidos e Israel.

Rafael Martini apresenta o repertório do disco 'Vórtice". Foto: Ícaro Moreno RamosRafael Martini apresenta o repertório do disco 'Vórtice". Foto: Ícaro Moreno Ramos

Rafael é um artista que transita na música instrumental e na canção e, nesse seu mais recente trabalho, “Vórtice”, apresenta os pontos de encontro entre diferentes universos e desvela sincronias entre mundos aparentemente paralelos.

Ceumar, a convidada

Mineira de Itanhadu, Ceumar é cantora, compositora e designer gráfico, seu primeiro disco foi lançado em 2000 e produzido pelo cantor e compositor Zeca Baleiro. Nesse trabalho, há composições de Itamar Assumpção, Sinhô, Josias Sobrinho, Chico César e Zeca Baleiro.  A faixa foi muito executada em várias emissoras de rádio de todo o país. Ainda nesse disco, prestou homenagem à dupla Pena Branca e Xavantinho. Como compositora tem parcerias com Alice Ruiz, Nelson Ayres, Sérgio Pequerê e Criolo. Seu mais recente trabalho é o disco “Viola perfumosa”, em homenagem a Inezita Barroso, com o violoncelista Lui Coimbra e o violeiro Paulo Freire.

Sobre o Música de Domingo

Nascido na década de 1950, o Música de Domingo surgiu com a proposta de fomentar e difundir a música de orquestra e de câmara e, a partir de 1990, passou a ser realizado no Teatro Francisco Nunes, onde a programação seguiu ininterrupta até 2009. Foi retomado em 2019 e, com a pandemia do Coronavírus, teve suas atividades interrompidas. Agora, o Música de Domingo retoma a sua programação, a cada 15 dias, sempre nas tardes de domingo e itinerante, em vários teatros da capital.

Centro Cultural Unimed-BH Minas no Circuito Liberdade

O Centro Cultural Unimed-BH Minas é integrante do Circuito Liberdade, complexo cultural sob gestão da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Secult) e que reúne diversos espaços com as mais variadas formas de manifestação de arte e cultura em transversalidade com o turismo. Trabalhando em rede, as atividades dos equipamentos parceiros ao Circuito buscam desenvolvimento humano, cultural, turístico, social e econômico, com foco na economia criativa como mecanismo de geração de emprego e renda, além da democratização e ampliação do acesso da população às atividades propostas.

 

Serviço:

Música de Domingo – Rafael Martini convida Ceumar

Data: 24 de outubro, domingo
Horário: 16h.
Classificação: livre.
Ingressos: Gratuito, limitado a um par por CPF

É obrigatório do uso de máscara dentro do Teatro.

Horário de funcionamento da bilheteria: de segunda a sábado, das 13h às 19h. A bilheteria funciona até 30 minutos depois do início do espetáculo. Formas de pagamento: dinheiro e todos os cartões de débito e crédito.
Horário de abertura da plateia para entrada do público: 30 minutos antes do horário da apresentação.
Mais informações: (31) 3516-1360.
Estacionamento com acesso interno: entrada pela rua da Bahia, ao lado do Teatro. Após estacionar o veículo, o usuário chega ao Teatro por elevador interno, com rapidez e segurança. O Estacionamento fica aberto até meia hora após o fim do espetáculo. Valores: R$ 12, para sócios, e R$ 24, para não sócios.

Siga as redes sociais oficiais da Cultura do Minas:

Facebook: /mtccultura
Instagram: @mtccultura




 


Esse site armazena dados (como cookies), o que permite que determinadas funcionalidades (como análises e personalização) funcionem apropriadamente. Clique aqui e saiba mais!