Notícias

Cultura

Savassi Festival

O jazz invade o Centro Cultural Unimed-BH Minas

Mais uma vez, o Teatro do Centro Cultural Unimed-BH Minas será palco para a programação do Savassi Festival. Nos dias 28, 29 e 30 de outubro, quinta, sexta e sábado, os shows, respectivamente de Duo Mitre e show de Davi Fonseca Sexteto, César Costa Quarteto e show Guinga e Prêmio Jazz Minas para Toninho Horta e show de Jonatha Ferr. O festival é uma oportunidade para celebrar a reunião de pessoas, convergindo ideias e trabalho colaborativo e, desta maneira, fortalecer a cena cultural de Belo Horizonte. O Savassi Festival mostra os frutos de um trabalho extenso e desafiador para manter o viço da programação e a cidade em movimento. Os ingressos para os shows podem ser comprados na bilheteria do Teatro ou no site Eventim. O uso de máscara é obrigatório.

A edição 2021 do Savassi Festival fará uma homenagem a Toninho Horta, com o prêmio Jazz Minas. O artista é reconhecido por elevar a música mineira a patamares mundiais.

O primeiro show, na quinta-feira, às 20h, será do Duo formado pelas irmãs Luísa e Natália Mitre que tocam juntas desde o início de suas carreiras musicais, ainda na infância. O Duo Mitre tem como propósito valorizar e difundir a música instrumental brasileira, dando destaque para a produção feminina. “Seiva”, o primeiro álbum da dupla, é um lançamento do selo Savassi Festival Records e é composto por um repertório totalmente autoral, que passeia por diferentes caminhos da brasilidade. O disco tem participação de Anat Cohen, Carol Panesi, Joana Queiroz , Léa Freire e Kiko Mitre.

Ainda na quinta-feira, Davi Fonseca, pianista, cantor, compositor e arranjador, sobe no palco acompanhado por Yuri Vellasco (bateria, zabumba e pandeiro), Paulim Sartori (baixo e bandolim), João Machala (trombone) e João Paulo Drumond (vibrafone, pandeiro e berimbau). Bacharel em Composição pela UFMG, tem forte atuação no cenário independente de Belo Horizonte, tocando ao lado de músicos renomados na cena nacional e internacional. Agora, o músico está no processo de criação do seu segundo álbum, encomendado pelo selo Savassi Festival Records. Para este show, Davi apresentará o repertório deste próximo disco, além de músicas gravadas em “Piramba”, seu primeiro trabalho, lançado pelo selo Savassi Festival Records.

Na sexta-feira, às 20h15, o médico e músico autodidata Cesar Costa sobe ao palco. César fez parte do grupo Stationjazz, nos anos 1990, e se apresentava no Bar JANIS. Em 1996, participou como guitarrista convidado do disco “Tudo Azul”, do pianista Márcio Hallack, com quem fez algumas apresentações na capital mineira. Seu disco de estreia, “Ponto de Não Retorno”, lançado em 2015, é autoral e instrumental. 

O mestre Guinga divide o palco com Nailor Proveta, também na sexta-feira.  Guinga começou a compor aos 16 anos e trabalhou profissionalmente como violonista, acompanhando grandes artistas e teve inúmeras de suas músicas gravadas por músicos brasileiros de grande renome. Suas composições são parcerias com Paulo César Pinheiro, Aldir Blanc, Chico Buarque, Nei Lopes, Sérgio Natureza, Nelson Motta, Simone Guimarães, Mauro Aguiar, Thiago Amud. Em 2021 lançou dois álbuns, o Japan Tour 2019, com os parceiros Mônica Salmaso, Teco Cardoso e Nailor Proveta; e o Zaboio. Já o clarinetista e saxofonista Nailor Proveta conta com mais de 30 anos de carreira. O artista é figura de destaque no cenário da música instrumental brasileira. Integrante e fundador da Banda Mantiqueira, compositor e arranjador, além de instrumentista, esteve envolvido em muitos dos melhores e mais relevantes projetos musicais das últimas décadas.

Jonathan Ferr é atração do sábado, às 20h. Considerado o “garoto-estandarte” do jazz carioca, o artista tem como objetivo transformar o Jazz em um gênero musical mais acessível, atraindo e encantando as novas gerações e popularizando esse tipo de música dentro de um contexto de periferia. O pianista lançou seu primeiro álbum em 2018, intitulado “Jonathan Ferr no Estúdio Showlivre”. Em 2019, vem a lume “Trilogia do Amor”, álbum com composições com influência do funk e do hip-hop, formando o conhecido Jazz Urbano. Sem renunciar a suas referências clássicas, essa junção de diferentes universos, vivências e aprendizados, fez com que o artista entrasse em contato com conceitos artísticos e ideológicos ligados à negritude e obras afrofuturistas, refletido no seu visual e sonoridade. Em 2021 lança o seu terceiro e aclamado álbum: Cura.

Centro Cultural Unimed-BH Minas no Circuito Liberdade

O Centro Cultural Unimed-BH Minas é integrante do Circuito Liberdade, complexo cultural sob gestão da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Secult) e que reúne diversos espaços com as mais variadas formas de manifestação de arte e cultura em transversalidade com o turismo. Trabalhando em rede, as atividades dos equipamentos parceiros ao Circuito buscam desenvolvimento humano, cultural, turístico, social e econômico, com foco na economia criativa como mecanismo de geração de emprego e renda, além da democratização e ampliação do acesso da população às atividades propostas.

Serviço:

Savassi Festival

Duo Mitre – Mulheres na música instrumental e Davi Fonseca Quinteto

Data: 28 de outubro, quinta-feira
Horário: 20h.
Classificação: livre.
Ingressos: R$ 25 (inteira) R$ 12,50 (meia)

Compre aqui

César Costa Quinteto e Guinga convida Nailor Proveta

Data: 29 de outubro, sexta-feira
Horário: 20h15.
Classificação: livre.
Ingressos: R$ 25 (inteira) R$ 12,50 (meia)

Compre aqui

Prêmio Jazz Minas e show de Jonathan Ferr

Data: 30 de outubro, sábado
Horário: 20h.
Classificação: livre.
Ingressos: R$ 25 (inteira) R$ 12,50 (meia)

Compre aqui

É obrigatório do uso de máscara dentro do Teatro.

Horário de funcionamento da bilheteria: de segunda a sábado, das 13h às 19h. A bilheteria funciona até 30 minutos depois do início do espetáculo. Formas de pagamento: dinheiro e todos os cartões de débito e crédito.

Horário de abertura da plateia para entrada do público: 30 minutos antes do horário da apresentação.

Mais informações: (31) 3516-1360.

Estacionamento com acesso interno: entrada pela rua da Bahia, ao lado do Teatro. Após estacionar o veículo, o usuário chega ao Teatro por elevador interno, com rapidez e segurança. O Estacionamento fica aberto até meia hora após o fim do espetáculo. Valores: R$ 12, para sócios, e R$ 24, para não sócios.

Siga as redes sociais oficiais da Cultura do Minas:

Facebook: /mtccultura
Instagram: @mtccultura




Esse site armazena dados (como cookies), o que permite que determinadas funcionalidades (como análises e personalização) funcionem apropriadamente. Clique aqui e saiba mais!