Notícias

Cultura

Baden na voz de Glaw Nader

A obra de Baden Powell foi visitada por Glaw Nader no Sarau MTC 2021

A cantora Glaw Nader encerrou a edição 2021 do Sarau Minas Tênis Clube. Homenageando o mestre Baden Powell, a cantora paulistana radicada em Belo Horizonte desde 2010, levou Baden de volta para África, como saiu na matéria de Daniel Barbosa para o jornal Estado de Minas. Com a banda formada por Samy Erick no violão, Ivan Correa no baixo, Gladston Vieira na bateria, Robson Batata e Fábio Martins na percussão e Samuel Ekel no teclado, a artista, que teve a benção de Marcel Powell, filho de Baden por meio de um vídeo, louvou a obra icônica do músico que é o violonista brasileiro mais aclamado no mundo.

Glaw Nader apresentou 16 canções de Baden Powell, parceria com Lula Freire, Paulo César Pinheiro e Vinícios de Moraes, especialmente o repertório do aclamado disco de 1966 “Os afro-sambas”. “A crítica afirma que o disco “Os afro-sambas” foi um divisor de águas na música brasileira. Nele, Baden criou uma nova sonoridade do violão que trouxe a presença do negro para a canção brasileira”, disse a cantora na entrevista para a apresentadora do Sarau Minas Tênis Clube, Christiane Antuña.

Com arranjos que levaram para alguns dos afro-sambas um pouco da sonoridade do jazz, sem deixar a identidade de música de matriz-africana de lado, Glaw cantou com suingue as pérolas de Baden. A canção Labareda foi apresentada com um jeito de salsa seguida por um jazz. Veja no vídeo como ficou.

 

 

O Sarau Minas Tênis Clube voltará em 2022. Cantores intérpretes da música brasileira, fiquem atentos e se preparem para brilhar no palco do Centro Cultural Unimed-BH Minas.

 

Confira algumas fotos do show, creditadas a Orlando Bento.

Siga as redes sociais oficiais da Cultura do Minas:

Facebook/mtccultura
Instagram@mtccultura

 


Esse site armazena dados (como cookies), o que permite que determinadas funcionalidades (como análises e personalização) funcionem apropriadamente. Clique aqui e saiba mais!