Notícias

Cultura

Elza na voz de Flaviane

O segundo show da edição 2021 do Sarau MTC, Flaviane Orlando cantou Elza Soares

Elza Soares foi a homenageada do segundo show da edição 2021 do Sarau Minas Tênis Clube, edital de ocupação do Teatro do Centro Cultural Unimed-BH Minas. A cantora e compositora Flaviane Orlando cantou canções compostas e imortalizadas por Elza Soares, e inseriu no repertório da apresentação, como o edital permite, três canções autorais. No show, a artista estava acompanhada dos músicos Edílson José, violão, Guilherme Barros, baixo, Guto Padovani, bateria, e a convidada Sarah Melo Franco. A apresentação do show foi feita pela atriz e jornalista Christiane Antuña.

Ficou claro, desde o início do show, que o objetivo de Flaviane era mostrar a força de Elza Soares. A primeira canção da apresentação foi “Dura na queda”, de Chico Buarque, gravada por Elza no disco “Do Cóccix Até O Pescoço”, de 2002.  A música foi feita para um musical em homenagem a Elza Soares, “Crioula”, que teve sua estreia em 2000. A curiosidade é que, segundo Chico Buarque, a canção se chamaria “Ela desatinou 2”, porém, ele resolveu mudar para o nome de “Dura na queda” e, coincidentemente, Elza tinha acabado de sofrer o acidente que fez com que colocasse em sua coluna 18 pinos de titânio, mas não a tirou dos palcos.

Durante a conversa com Christiane Antuña, apresentadora do Sarau Minas Tênis Clube, Flaviane falou da importância de Elza Soares na sua vida e no cenário brasileiro. “Elza é a força. Conheci essa artista por meio de uma biografia que encontrei na biblioteca da UFMG. Ali, me apaixonei por sua história e coragem. Ao ouvir suas canções, percebi que ela não somente canta, mas por meio de sua voz, dá voz às pessoas que não tem espaço para falar. Elza é para mim uma inspiração”, disse Flaviane. A artista também contou sobre a emoção de ver que a homenageada compartilhou, em suas redes sociais, as informações do seu show. “Eu fui abençoada por Elza Soares, pode isso? É muita emoção”, contou.

 

 

A interpretação da canção "A mulher do fim do mundo", de Alice Coutinho e Romulo Fróes, lançada no disco que leva o título da canção, por Elza, em 2015, foi um dos destaques do show. Com o verso "me deixem cantar até o fim", repetido por várias vezes, Flaviane mostrou toda a sua potência vocal e emocionou o público.

 

  

O próximo show do Sarau Minas Tênis Clube edição 2021 será da banda Diplomattas cantando Cassiano. No dia 19/10 (terça-feira), às 20h, com ingressos no valor de R$ 4 (inteira) e R$ 2 (meia) (compre aqui). O Sarau Minas Tênis Clube abraça o Programa Minas Tênis Solidário. Por isso, no dia do show, traga itens de higiene pessoal, eles serão doados para as instituições parceiras.

Confira algumas fotos do show, creditadas a Orlando Bento.

Siga as redes sociais oficiais da Cultura do Minas:

Facebook/mtccultura
Instagram@mtccultura

 


Esse site armazena dados (como cookies), o que permite que determinadas funcionalidades (como análises e personalização) funcionem apropriadamente. Clique aqui e saiba mais!