Notícias

Cultura

Imagens Descobertas

Centro Cultural Unimed-BH Minas abre novo Espaço Expositivo com mostra de fotos dos anos 1940 a 1970

O Centro Cultural Unimed-BH Minas apresenta um novo espaço de contemplação da arte. Com patrocínio máster do Instituto Unimed-BH, será aberto, a partir de 19 de julho (segunda-feira), para o público o Espaço Expositivo. Trata-se do corredor que dá acesso às salas de cinema e à biblioteca (ambos em implementação), que recebeu tratamento especial, por meio do projeto da arquiteta Isabela Vecci, para abrigar exposições de pequeno porte. A primeira mostra a ocupar o espaço se chama “Imagens Descobertas”, e apresenta fotos de Bruno Roberto Martins da Costa, sob curadoria de Silvana Maria Cançado Trindade e Paulo Rossi. O espaço fica aberto para visitação de segunda a sábado, das 8h às 20h, sábados, e domingos e feriados, das 8h às 19h. Para agendar visita mediada, ligar para 3516-1028/1039/1025. 

A mostra Imagens Descobertas apresentará, a cada três meses, 20 fotografias de Bruno Roberto Martins da Costa, produzidas entre 1943 e 1975, escolhidas de um acervo que conta com mais de dois mil negativos. Tais imagens têm uma história curiosa: encontrados no Minas Country, Unidade campestre do Clube, os negativos foram higienizados e digitalizados por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura, com patrocínio do Instituto Unimed-BH e do Escritório de Advocacia Araújo & Fontes. “As imagens abrangem temas variados: cenas de lazer, modos de viver, comportamento e costumes; vistas aéreas de Belo Horizonte de diversas épocas; práticas esportivas - Natação, Vôlei, Tênis, Judô, Futsal, Basquete, Ginástica; exemplares de arquitetura e equipamentos do Minas – Sede Social, Prédio do Relógio, Praça de Esportes, piscina olímpica, trampolim e o ‘velho’ Ginásio”, observa Silvana.

Paulo Rossi alerta para as possibilidades de apreciação do acervo. “A primeira se refere ao significado extrínseco dos negativos, estes vistos como artefatos da memória do ‘fazer fotográfico’ em Belo Horizonte. A segunda possibilidade de apreciar o acervo concentra-se no valor histórico-documental intrínseco às imagens. Se, em um primeiro olhar, estas falam de esportes e de derivações do tema, subliminarmente são portadoras de outros conteúdos que explicitam comportamentos, modos de viver, práticas e relações sociais da década de 1940 a meados dos anos de 1970 em Belo Horizonte”, explica.

O diretor de Cultura do Minas Tênis Clube, André Rubião, ressalta que as imagens reforçam a importância da história do Minas na evolução dos costumes da capital mineira. “O acervo percorre quatro décadas (1940-1970), com cliques que vão do esporte à moda, passando pela arquitetura, pela medicina e pelos bailes de carnaval. É possível ver, por meio da história do Minas, as mudanças sociais e as novidades de cada época, em uma Belo Horizonte ainda provinciana, que marcou com ternura várias gerações”, observa.

Para a diretora Institucional do Instituto Unimed-BH, Mercês Fróes, a exposição é um resgate da memória da capital. “A recuperação desse acervo de fotografias do Minas Tênis é mais um projeto que temos orgulho de patrocinar porque, por meio delas, estamos valorizando a cultura e a história da nossa cidade. Com essa iniciativa, os moradores poderão reviver esses momentos de lazer e celebração”, afirma. 

Sobre o Instituto Unimed-BH

Associação sem fins lucrativos, o Instituto Unimed-BH, desde 2003, desenvolve projetos socioculturais visando ampliar o acesso à cultura, promover a formação da cidadania, estimular o bem-estar e a qualidade de vida das pessoas, valorizar os espaços públicos e o meio ambiente. Ao longo de sua história, o Instituto destinou cerca de R$140 milhões, por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura e da Lei de Incentivo à Cultura (Federal), por meio do patrocínio de mais de 5,2 mil médicos cooperados e colaboradores. Em 2020, mais de 7 mil postos de trabalho foram gerados e 3,9 milhões de pessoas foram alcançadas por meio de projetos em cinco linhas de atuação: Comunidade, Voluntariado, Meio Ambiente, Adoção de Espaços Públicos e Cultura, que estão alinhados aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030. Neste ano, todas as iniciativas do Instituto celebram os 50 anos da Unimed-BH.  

Serviço

Exposição “Imagens Descobertas”

Data: 19 de julho, segunda-feira.
Horário: segunda a sábado, das 8h às 20h, sábados, e domingos e feriados, das 8h às 19h.
ENTRADA FRANCA | Classificação: livre.

É obrigatório o uso de máscara no local.

Siga as redes sociais oficiais da Cultura do Minas:
Facebook: /mtccultura
Instagram: @mtccultura

 



Esse site armazena dados (como cookies), o que permite que determinadas funcionalidades (como análises e personalização) funcionem apropriadamente. Clique aqui e saiba mais!