Notícias

Cultura

Imagine cidades

Bárbara Novais apresenta sua primeira mostra, “Cidades vazias, e mais”, na Galeria do Minas II

A segunda mostra da série de exposições da Galeria de Arte do Minas II é a primeira da carreira da artista plástica, arquiteta e urbanista Bárbara Novais. Entre os dias 6 e 30 de setembro, a mostra intitulada “Cidades vazias, e mais”, com 17 pinturas na técnica acrílica sobre tela, poderá ser visitada. “A exposição se chama 'Cidades vazias, e mais', porque estou levando telas de mais duas outras séries. A ‘Cidades vazias’ é a principal e é a primeira, as outras séries, ‘Paros’ e ‘Downtown’, são consecutivas a ela e se relacionam entre si”, explica Bárbara. “O meu objetivo é gerar um tipo de registro desse momento histórico que estamos passando [pandemia de Covid-19] de forma leve. Me interessa deixar sempre uma ponta de esperança e serenidade”. A Galeria de Arte do Minas II fica na avenida dos Bandeirantes, 2.323, na Serra, e fica aberta de segunda a sexta-feira, das 6h às 22h; aos sábados, das 6h às 20h; e aos domingos e feriados, das 6h às 19h. É obrigatório o uso de máscara. O vídeo da visita virtual da mostra será exibido no canal oficial do Minas Tênis Clube no YouTube.

Arquiteta, Bárbara Novais sempre trabalhou com a arte. Foto: Arquivo pessoalArquiteta, Bárbara Novais sempre trabalhou com a arte. Foto: Arquivo pessoal

Bárbara conta que a pandemia foi uma inspiração para a criação da série “Cidades vazias”. “Eu estava vendo TV e vi uma matéria mostrando as maiores cidades do mundo completamente vazias por causa do isolamento. Aquilo me chamou muita atenção, principalmente pelo fato de ser arquiteta e urbanista”, explica a artista. A empolgação em ver cenas inusitadas de cidades vazias não escondeu a tristeza do momento. “Eu tive um misto de sentimentos. Em parte, achei interessante poder ver com mais detalhes edifícios e monumentos que geralmente são bem difíceis de serem observados em meio a tanta gente, mas, ao mesmo tempo, me veio um sentimento bem angustiante, triste e nostálgico de estar passando por isso”, revela Bárbara. “Ver cidades tão importantes que nunca passaram por esse esvaziamento desde que foram construídas me fez sentir a necessidade de documentar de alguma forma esse momento histórico”, conta.

Pintura da série Cidades Vazias, de Bárbara Novais.Pintura da série Cidades Vazias, de Bárbara Novais.

Filha de arquiteta e engenheiro, Bárbara integra o anuário Home Design & Arquitetura - mais conceituado do ramo em Minas Gerais - e possui parceria com a Galeria Espaço Corda e com a tradicional loja Van Gogh. A jovem artista afirma que as suas telas têm 100% de influência da arquitetura. “A minha arte começa digital, no computador. Eu crio ambientes e cidades 3D em um software muito usado por arquitetos. São ambientes que não existem de fato, somente na minha cabeça. Eu amo esse universo urbano de cidades e não consigo deixar ele para trás”, constata a artista. Além do processo criativo em si, muito da minha formação acadêmica na arquitetura, no que diz respeito à história, composição, formas e cores, acabam sendo uma influência para mim nas artes plásticas”, explica Bárbara. 

 

 

 

Segundo a artista, suas obras provocam o espectador. “Para quem olha à primeira vista uma obra minha, acredito que veja uma arte geométrica básica e chapada, mas eu gosto de trazer essa provocação de criar ambientes urbanos que há quem consiga ver, e há quem não consiga”, observa. Bárbara usa tons neutros e cores frias nas telas, apresentando pinturas sem grandes contrastes de cores. “Faço isso de forma intencional porque acredito que essas misturas e combinações trazem um ar sereno para as obras de maneira geral. E é exatamente isso que gosto de passar com a minha arte - uma sensação de serenidade e calmaria. Afinal, o mundo já tem muito barulho, não é mesmo?”, conclui a Bárbara.

 

Serviço:

Exposição “Cidades vazias, e mais”, de Bárbara Novais

Data: de 6 a 30 de setembro.
Local: av. dos Bandeirantes, 2.323, Serra, no Minas II.
Horário: de segunda a sexta, das 6h às 22h; aos sábados, das 6h às 20h; e aos domingos e feriados, das 6h às 19h.

 

Siga as redes sociais oficiais da Cultura do Minas:

Facebook: /mtccultura
Instagram: @mtccultura

 


Esse site armazena dados (como cookies), o que permite que determinadas funcionalidades (como análises e personalização) funcionem apropriadamente. Clique aqui e saiba mais!