Notícias

Cultura

Chegaí

Novo álbum de Regina Souza será lançado em live feita no Teatro do CCMTC

O Minas Tênis Clube fará, no próximo dia 25, às 21h, em seu no canal oficial do Youtube (youtube.com/minastcoficial), a live do show de lançamento do álbum “Chegaí”, da cantora mineira Regina Souza, com participação de Maurício Tizumba, multi-instrumentista, cantor, compositor e ator. No palco do Teatro do Centro Cultural Minas Tênis Clube (CCMTC), os músicos Du Macedo (violão, guitarra, cavaquinho e vocais); Cláudio Queiroz (bateria e percussão), Fred Jamaica (baixo e vocais) acompanham a cantora que interpretará o repertório do disco, composto por 13 canções inéditas e autorais, além de músicas de Vander Lee, Sérgio Pererê e Tizumba. O show conta com cenário de VJ Homem Gaiola, iluminação e gravação de Vicente Baca.

Regina Souza lança o álbum "Chegaí" no Teatro do Minas. Foto: DivulgaçãoRegina Souza lança o álbum "Chegaí" no Teatro do Minas. Foto: Divulgação

Gravado no início de 2020, com produção de Regina Souza e Du Macedo e coprodução de Felipe Fantoni, “Chegaí” é o primeiro álbum totalmente autoral da artista. “O disco é o que penso, sinto, o meu olhar e minhas reflexões sobre a vida e o mundo. Claro que eu poderia fazer isso como intérprete, como já fiz nos trabalhos anteriores, e a arte tem essa abertura. Só que dessa vez, é a minha voz, são as palavras que escolhi, são as histórias que quis contar”, explica Regina.

Maurício Tizumba participa do show de Regina Souza. Foto: DivulgaçãoMaurício Tizumba participa do show de Regina Souza. Foto: Divulgação

O álbum apresenta samba, baião e ijexá nas canções “Um caderno e um violão”, “Par perfeito”, “Chegaí”, “Viva o agora”, “Vento”, “Meu ser” e “Galo cantou”. A faixa “Adjutório” tem sonoridade próxima do carimbo; o tema de “Baladinha” é voltado para o mundo virtual; e “Replay” é um reggae em que as situações da vida parecem não sair do lugar. A cantora mostra sua religiosidade nas canções “Pra Iansã”, “Gira” e “Lua vermelha”. Segundo a artista, ouvindo o disco, é possível conhecê-la. “As pessoas conseguem sentir quem eu sou, pelas minhas letras. Ficcional ou não esse conteúdo fala de mim também”, afirma Regina.

Sobre Regina Souza

Regina Souza atua na cena artística mineira, música e teatro, desde 1991. É formada em Comunicação Social pela PUC Minas e, atualmente, cursa Filosofia, também da PUC Minas, e participou do sistema de mobilidade acadêmica na Universidade do Porto, em Portugal.

“Chegaí” é o quarto álbum solo da cantora, que tem em sua discografia os discos "Regina Spósito" (2001), com produção de Flávio Henrique (1968-2018), “Outonos” (2008) e “Inversões" (2015), ambos com produção de Rodrigo Campello, sendo este último com direção artística de Pedrinho Alves Madeira.

É atriz convidada do Grupo Galpão para o espetáculo "Os gigantes da montanha", de Luigi Pirandello, dirigido por Gabriel Villela; participou do musical “Os Saltimbancos”, da Cia. Odeon, com direção de Carlos Gradim; e da montagem do clássico "O mercador de Veneza", de William Shakespeare, dirigido pela britânica Catherine Paskell, um projeto do Fórum Shakespeare, do People's Palace Projects. Regina é cofundadora da Cia. Burlantins, ao lado de Marina Machado e Maurício Tizumba, na qual permaneceu por 15 anos e atuou nos espetáculos "O homem da gravata florida", na opereta "O homem que sabia português", com música e libreto de Tim Rescala, ambos dirigidos por Chico Pelúcio, entre outros.

Serviço

Live “Chegaí – Show de lançamento do álbum de Regina Souza com participação especial de Maurício Tizumba.”

Data: 25 de setembro, sexta-feira.
Horário: 21h.
Transmissão: canal do Minas Tênis Clube no Youtube (youtube.com/minastcoficial)

Siga como redes sociais oficiais da cultura de Minas:

Facebook : / mtccultura
Instagram : @mtccultura

 


Esse site armaneza dados (como cookies), o que permite que determinadas funcionalidades (como análises e personalização) funcionem apropriadamente. Clique aqui e saiba mais!