Notícias

Cultura

Arte para todos

Escultura de Pacífico Mascarenhas agora é acessível a pessoas com deficiência visual

A escultura do compositor Pacífico Mascarenhas, instalada na entrada do Centro Cultural Unimed-BH Minas, conta, agora, com uma caixa de audiodescrição para auxiliar o entendimento da obra por pessoas com deficiência visual. A ideia da ação é de Gabriel Aquino, pedagogo e consultor em acessibilidade, que tem deficiência visual. A escultura, criada pelo artista Leo Santana, é apresentada em detalhes.

Gabriel Aquino tem deficiência visual e idealizou o projeto de audiodescrição da escultura de Pacífico MascarenhasGabriel Aquino tem deficiência visual e idealizou o projeto de audiodescrição da escultura de Pacífico Mascarenhas

 

 A audiodescrição tem locução de Lúcio Paiva Jr. e pode ser acessada de duas formas: inserindo o fone de ouvido no plugue da caixa e apertando o botão, ou com a tecnologia Near Field Communication (NFC), que não utiliza fios e, por meio da leitura do QR Code, pelo celular, inicia o áudio.

A ação encerra as atividades do projeto “Pacífico Mascarenhas: memória e modernidade”, iniciado em outubro de 2019, viabilizado por meio de recursos da Lei Federal de Incentivo à Cultura e patrocinado por Auto Japan, Banco BMG, Localiza e Minas Máquinas.

 

Siga como redes sociais oficiais da cultura de Minas:

Facebook : / mtccultura
Instagram : @mtccultura

 


 


Esse site armazena dados (como cookies), o que permite que determinadas funcionalidades (como análises e personalização) funcionem apropriadamente. Clique aqui e saiba mais!