Notícias

Esporte Basquete

Força no garrafão

Pivô Ronald Rudson avalia preparação do Minas para o NBB 2020/21

A estreia do Minas no Novo Basquete Brasil (NBB) 2020/21 está marcada para o dia 10 de novembro, contra o Flamengo, no ginásio do Maracanãzinho, no Rio de Janeiro (RJ). A Liga Nacional de Basquete (LNB) ainda não divulgou o horário que a bola irá subir para as equipes, que também se enfrentaram na primeira rodada da temporada passada. Na Arena Minas Tênis Clube, o Flamengo levou a melhor e venceu o confronto por 93 a 85.

O momento agora é outro, e a equipe de Belo Horizonte conta com um elenco bastante reformulado para a busca do troféu de campeão. No grupo está o pivô Ronald Rudson, de 28 anos e 2,11m. Atleta do Brasília na última temporada, tem médias no NBB de 11,6 pontos, 7,4 rebotes e 1,2 assistência por jogo.

Com o grupo minastenista desde o dia 28 de setembro, data marcada para apresentação do elenco, Ronald aprimora a forma física e, a cada dia que passa, ganha mais entrosamento com os companheiros de equipe.

Em conversa com o site do Minas, o pivô falou sobre as características da equipe, retomada dos treinos e a busca pelo título do NBB.

Site do Minas – O Minas tem pivôs experientes e atletas jovens na mesma posição. Como acha que isso pode ser positivo para o time?

Ronald – Somos três pivôs experientes. Temos na equipe meninos, que ainda são jovens, mas eles já têm conhecimento e podem jogar. O Felipe (Queirós) pode jogar em duas posições, o Augusto é mais jovem, mas tenho certeza que vai trabalhar e conquistar o espaço dele, melhorando o jogo dele. Mas os meninos estão ajudando muito e vão ajudar bastante nos jogos. Nos treinos eles estão indo bem demais. Acho que eu aprendo com eles, e eles aprendem comigo, assim como o JP (Batista) e o Nesbitt, os outros pivôs experientes. Não é porque o jogador é mais experiente que ele não vai aprender, o aprendizado é constante. É assim, um ajudando o outro, treinando forte. Dessa forma, cada um vai melhorar suas qualidades.

Site do Minas – Como foi a volta aos treinos depois de muitos meses parado?

Ronald – Foi muito estranho, porque passamos muito tempo em casa, sem ter essa rotina dos treinos, treinar duas vezes por dia, trabalhar com o restante da equipe. Então, foi bem estranho. Mas, basquete é como andar de bicicleta. Você nunca esquece. Foi mais a rotina, o condicionamento que a gente perde. Mas a técnica do basquete você não perde, vamos relembrando.

Site do Minas – Como avalia a preparação física e tática para o NBB?

Ronald – A preparação física está excelente. O Paulo Alberto (preparador físico) entende muito, tanto é que tem o acompanhamento da comissão técnica, para saber como cada um está evoluindo. Acredito que nos próximos dias todos do time já estarão bem fisicamente. Estamos bem, mas, às vezes, tem o cansaço, o que é normal por conta do tempo parado e as consequências da pandemia. Querendo ou não, estamos em um processo de acostumar nosso corpo ainda. Mas já estamos perto dos 100%. Na parte tática do Léo (Costa), está sendo bem interessante, ele está passando as movimentações para o grupo, para que estejamos preparados.

Site do Minas – Qual avaliação faz dessa equipe? Quais são as características que já observa como marcantes neste elenco?

Ronald – É uma equipe jovem, cheia de energia. A cada dia a gente está entrosando mais. É um time que vai dar muito trabalho, que vem para conquistar os objetivos traçados. Queremos chegar na final do NBB e vencer o campeonato. É uma equipe jovem e que também tem experiência. O time está melhorando a cada dia, ganhando entrosamento. É um esporte coletivo, e todos querem ganhar o NBB, levar o Minas ao topo.   

Patrocinador: CVC
Fornecedor de Material Esportivo: Icone

Siga as redes sociais oficiais do Basquete do Minas:

Facebook: /mtcbasquete
Instagram: @mtcbasquete 

Fotos: Orlando Bento / Minas Tênis Clube


Esse site armaneza dados (como cookies), o que permite que determinadas funcionalidades (como análises e personalização) funcionem apropriadamente. Clique aqui e saiba mais!