Notícias

Esporte Basquete

Tempestade Coroada

Minas Storm vence três categorias na premiação “Melhores do NBB”

A noite do “Melhores do NBB” veio para coroar a trajetória brilhante do Minas Storm na temporada 2020/21 do NBB.  A premiação, realizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), elege os melhores do ano do NBB por meio de votação feita por técnicos, assistentes e os capitães das 16 equipes que disputaram o último campeonato nacional, além de imprensa especializada, assessores de imprensa das equipes, personalidades do basquete brasileiro, comissários e árbitros. Ao todo, o Minas Storm contou com cinco indicados em sete das nove categorias disponíveis:

ESTRANGEIRO DO ANO: David Jackson e Shaquille Johnson
SEXTO HOMEM DO ANO: Gui Santos
MAIOR EVOLUÇÃO: Gui Santos
DESTAQUE JOVEM: Gui Santos
TÉCNICO DO ANO: Léo Costa
ALAS DO ANO: David Jackson e Shaquille Johnson
PIVÔ DO ANO: JP Batista

Das sete categorias indicadas, a Tempestade Mineira faturou quatros prêmios. Dois para o ala/armador Gui Santos e dois para o também ala/armador David Jackson, que ainda foi eleito para compor o “Quinteto do ano” ao lado de Georginho (São Paulo), Marquinhos (Flamengo), Lucas Dias (Franca)  e Lucas Mariano (São Paulo).

GUI SANTOS
- Prêmio de Destaque Jovem
- Prêmio de Maior Evolução

Natural de Brasília, o ala/armador é o jovem astro minastenista e está ganhando cada vez mais expressão nas quadras do Novo Basquete Brasil (NBB), além de espaço na Seleção Brasileira. Gui, que vem sendo observado por clubes da tão almejada NBA, teve atuações impecáveis na última temporada e ajudou o Minas Storm com a jovialidade, jogadas esguias e repletas de habilidade e técnica. 

O grande desempenho rendeu ao atleta, não somente os dois prêmios, mas também a convocação para vestir a camisa do Time Novas Estrelas, do Jogo das Estrelas do NBB. Gui Santos ainda se tornou o único atleta da América Latina a ser convocado para o Nike Hoop Summit, além de ter sido um dos indicados aos prêmios de sexto homem do ano, maior evolução e destaque jovem no “Melhores do NBB”. Recentemente, o jovem minastenista também teve o nome inscrito no Draft da NBA de 2021. Com relação aos números, o ala/armador de 18 anos e 2,02m, registrou na temporada 2020/21 médias de 7,8 pontos; 5,2 rebotes; 1,5 assistências e 10,1 de eficiência. 

Gui Santos levou dois dos três prêmios em que foi indicadoGui Santos levou dois dos três prêmios em que foi indicado

DAVID JACKSON
-Estrangeiro do ano
- Ala do ano

O DJ, como é conhecido, sempre solta o som dentro de quadra! Natural de Maryland (USA), o ala/armador já tem o idioma português na ponta da língua e todo o talento na palma da mão para atuar em sua oitava temporada com o basquete brasileiro e o NBB (Novo Basquete Brasil). David Jackson também já é marca registrada em eventos comemorativos da competição e, na ainda atual temporada, vestiu a camisa do Time NBB Mundo no Jogos das Estrelas 2021 e agora também fatura os prêmios de Estrangeiro do ano e Ala do Ano. David Jackson tem médias de 14,3 pontos, 16,7 de eficiência e na temporada e também foi o MVP (Most Valuable Player) do NBB 2014/15 e da Liga Sul-americana de 2018.

Os minastenistas David Jackson e Shaq Johnson concorreram aos prêmios de "Alas do ano" e "Estrangeiros do ano"Os minastenistas Shaq Johnson e David Jackson concorreram aos prêmios de "Alas do ano" e "Estrangeiro do ano"

A MAIOR TEMPESTADE DE TODOS OS TEMPOS!
Além da grande noite de premiações, o Minas Storm encerra a temporada 2020/21 com os maiores recordes e resultados alcançados, até aqui, na história do Minas Tênis Clube no basquete.

NÚMEROS DA TEMPESTADE:
- 17 vitórias consecutivas na primeira fase, nossa maior campanha feita no NBB, até aqui.
- A equipe encerrou a primeira fase em segundo lugar na tabela de classificação do NBB, com 86,7% de aproveitamento, sendo 26 vitórias em 30 jogos disputados.
- No Jogo das Estrelas, o Minas contou com recorde de participação: David Jackson, Nano Parodi, David Nesbitt, Johnson Sr, Gui Santos e o técnico Léo Costa.
- Somos o time TOP 3 DAS AMÉRICAS, após a conquista do terceiro lugar na Basketball Champions League Americas.  

O técnico Léo Costa participa do projeto FORMAÇÃO DE ATLETAS POR MEIO DO INVESTIMENTO EM PROFISSIONAIS DO ESPORTE CICLO 2021-2024 – Termo de Execução nº25/2020, parceira Minas e Comitê Brasileiro de Clubes – CBC



Fornecedor de Material Esportivo: Icone
Apoio: Forte Banco

Siga as redes sociais oficiais do Basquete do Minas:
Facebook: /mtcbasquete
Instagram: @mtcbasquete


Esse site armazena dados (como cookies), o que permite que determinadas funcionalidades (como análises e personalização) funcionem apropriadamente. Clique aqui e saiba mais!