Notícias

Esporte Basquete

Nos detalhes

Em jogo duro e decidido na prorrogação, Minas é superado pelo Flamengo

Foi um jogo duro, disputado e de arrepiar. Após manter a maior sequência de vitórias na história do Novo Basquete Brasil (NBB), o Minas Storm acabou derrotado pelo Flamengo, na noite dessa quinta-feira, na Arena Minas Tênis Clube, em Belo Horizonte (MG). A derrota foi vendida cara para a equipe carioca, que precisou suar a camisa para vencer o jogo, decidido na prorrogação, após empate no tempo normal em 75 a 75. Nos cinco minutos extras, o jogo pegou fogo, com os dois times buscando o ataque o tempo todo e, por fim, nos detalhes, o time carioca conquistou a vitória, por 96 a 94, com parciais de 17/21, 19/16, 27/21, 12/17 e 21/19. Com o resultado, o time mineiro caiu para a segunda posição, agora, com 89,5% de aproveitamento e 36 pontos, empatado com o Flamengo, que assumiu a liderança por levar vantagem nos critérios de desempate.

O norte-americano David Jackson foi o destaque minastenista na partida, com 28 pontos, além de conseguir cinco rebotes e dar sete assistências. Johnson Sr também esteve muito bem no jogo e conseguiu um duplo-duplo, com 25 pontos, 10 rebotes e uma assistência. JP Batista somou dois dígitos na partida, com 14 pontos, três rebotes e seis assistências.

David Jackson foi o destaque do Minas, com 28 pontos (Foto: Orlando Bento/MTC)

O Minas Storm volta à quadra nesta sexta-feira (12/2), às 20h, quando recebe o Campo Mourão, em mais um jogo na Arena Minas Tênis Clube. Será a 20ª partida da equipe minastenista na atual temporada do NBB. O duelo será transmitido, ao vivo, pelo canal digital DAZN. Ainda não é assinante, clique AQUI para assinar e assistir aos jogos do Minas.

Após a partida, o técnico Léo Costa avaliou o duelo, reconheceu os méritos da vitória flamenguista, mas falou sobre a diferença na quantidade de faltas e lances livres na partida. “Foi um jogo disputadíssimo e, em jogos como esse, cada bola faz a diferença. Foi uma grande partida das duas equipes e o Flamengo teve méritos para vencer. Infelizmente tivemos a oportunidade de fechar o jogo, mas não aconteceu assim. Outro ponto que tem que ser olhado com atenção, é o volume de idas para o lance livre das duas equipes. Houve uma diferença gritante nesse aspecto, com vários jogadores nossos saindo com cinco faltas, o que pesou demais ao fim da partida. Seguimos firmes para a sequência do NBB. Tem muita coisa ainda pela frente e estou orgulhoso do que a equipe vem apresentando até aqui”, destaca Léo Costa.

Pelas estatísticas oficiais da partida, o Minas cometeu 30 faltas e, contra o Flamengo, foram marcadas 19. Em lances livres, a equipe carioca teve 32 chances, convertendo 24 bolas. Já o Minas teve apenas 14 lances livres a favor e convertendo 13.

A partida
O primeiro período começou com muita intensidade de ataque para os dois lados. O Minas Storm foi para cima do Flamengo e conseguiu anular as jogadas do time carioca. Logo no início, o Minas mostrou que não estava para brincadeira e chegou a abrir sete pontos de vantagem, com boa atuação do norte-americano David Jackson, que teve 100% de aproveitamento em arremessos (10 pontos). O Flamengo se impôs, tentou segurar o Minas, mas acabou em desvantagem nos 10 minutos iniciais: 21/17. No segundo período, o Flamengo se acertou na defesa e dificultou o trabalho do setor ofensivo mineiro. Com mais equilíbrio em quadra, os dois times se revezaram na liderança do placar, mas, no fim, o Minas Storm levou a melhor e foi para o vestiário com a vantagem mínima: 37 a 36 (16/19).

Na volta do intervalo, o jogo ficou ainda mais pegado. O Minas manteve se manteve no ataque, mas não conseguiu manter a mesma consistência na defesa e cometeu alguns erros na marcação. Assim, o Flamengo cresceu na partida e virou o placar no terceiro período: 63 a 58 (27/21). No último período, o jogo teve um ritmo bem lento. As duas defesas souberam armar a marcação e o duelo ficou ainda mais acirrado. Em seis minutos de disputa, apenas 12 pontos haviam sido marcados, 7 a 5 para o Minas. Na reta final, em desvantagem, os minastenistas foram para cima do Flamengo e não deixaram o time adversário abrir vantagem. Restando menos de 40 segundos para o fim, o Minas empatou a partida, com um lance individual de David Jackson, que passou pela defesa rubro-negra, fez dois pontos e, ainda, recebeu a falta. No lance livre, o norte americano igualou o placar (75 a 75). Após erro do Flamengo no ataque, o Minas teve a chance de desempatar o jogo no contra-ataque e nos segundos finais, mas acabou errando e, assim, a partida foi para a prorrogação.

No tempo extra, uma disputa de arrepiar. Minas e Flamengo mostraram muito equilíbrio, tanto na defesa quanto no ataque. O jogo acelerou, e o setor ofensivo dos dois times mostraram qualidade. Nos instantes finais, o Flamengo conseguiu ter mais consistência e, desta forma, fechou o duelo com a vitória no tempo extra: 21/19 (96 a 94).

Destaques do Minas
- David Jackson - 28 pontos, cinco rebotes e sete assistências.
- Johnson Sr - 25 pontos, 10 rebotes e uma assistência.
- JP Batista - 14 pontos, três rebotes e seis assistências.

Minas em números
- sete arremessos convertidos de 3 pontos.
- sete arremessos convertidos de 2 pontos.
- 38 rebotes.
- 21 assistências.
- 109 de eficiência.
- 30 faltas cometidas.
- 19 faltas recebidas.
- cinco tocos.

Ficha técnica
Minas: Parodi, Johnson Sr., Nesbitt, David Jackson e JP Batista. Entraram: Davi, Ronald, Rafa Moreira, Queirpos e Gui Santos. Técnico: Léo Costa.

Flamengo: Balbi, Chuzito, Marquinhos, Olivinha e Hettsheimeir. Entraram: Mineiro, Demétrio, Yago, Jhonatan e Martinez . Técnico: Gustavo Antonio de Conti.

Árbitros: Fernando Serpa Oliveira, Gustavo Edson Mathias e Alan Tiago dos Santos.

Jogos do NBB na Arena
12/2
- 17h - Pato Basquete x Flamengo - DAZN
- 20h - Minas x Campo Mourão - DAZN

14/2
- 16h - Campo Mourão x Flamengo - DAZN
- 19h - Pato Basquete x Minas - DAZN

NBB – Segundo turno
26/1 – Cerrado (80 x 93) Minas – Rio de Janeiro (RJ)
28/1 –  Brasília (75 x 99) Minas – Rio de Janeiro (RJ)
31/1 – Unifacisa (76 x 88) Minas – Rio de Janeiro (RJ)
9/2 – Minas (94 x 96) Flamengo – Arena MTC – ESPN
12/2 – 20h – Minas x Campo Mourão – Arena MTC – DAZN
14/2 – 19h – Pato Branco x Minas – Arena MTC – DAZN
25/2 – 17h – São Paulo x Minas – São Paulo (SP) – DAZN
27/2 – 19h – Franca x Minas – São Paulo (SP) – DAZN
1/3 – 20h – Paulistano x Minas – São Paulo (SP) – DAZN
11/3 – 17h – Minas x Caxias – São Paulo (SP) – DAZN
14/3 – 12h – Minas x Mogi – São Paulo (SP) – Youtube oficial MTC
16/3 – 20h – Corinthians x Minas – São Paulo (SP) - DAZN
27/3 – 16h – Minas x Bauru – São Paulo (SP) - DAZN
29/3 – 20h – Minas x Pinheiros – São Paulo (SP) – DAZN
31/3 – 20h – Minas x Fortaleza – São Paulo (SP) – DAZN

O Campeonato Brasileiro Interclubes de Basquete – NBB 2020/2021 faz parte do rol de Campeonatos Brasileiros Interclubes em que parte dos atletas dos Clubes integrados ao Comitê Brasileiro de Clubes – CBC tem as despesas de hospedagem e transporte aéreo custeadas com recursos públicos geridos por esta fonte.


Fornecedor de Material Esportivo: Icone
Apoio: Forte Banco


Siga as redes sociais oficiais do Basquete do Minas:
Facebook: /mtcbasquete
Instagram: @mtcbasquete

Fotos: Orlando Bento/MTC


Esse site armazena dados (como cookies), o que permite que determinadas funcionalidades (como análises e personalização) funcionem apropriadamente. Clique aqui e saiba mais!