Notícias

Esporte Basquete

Mais tempestade

Minas Storm se despede da sede de Brasília com três vitórias no NBB

O Minas Storm está “On Fire”. Na tarde desse sábado, em Brasília (DF), o time mineiro dominou o Cerrado Basquete, teve um ataque muito eficiente e mostrou ser uma equipe coletiva. Com tranquilidade, a equipe minastenista abriu vantagem nos três primeiros quartos e, quando o adversário tentou reagir no último período, já era tarde demais. O placar de 97 a 77 mostra a superioridade do Minas, que chegou a sete vitórias seguidas em oito jogos. As parciais do duelo foram 17/12, 27/21, 29/17 e 24/27. O jovem Gui Santos confirmou o motivo de sempre estar nas convocações da seleção brasileira. Formado na base do Minas, o ala bagunçou a defesa adversária e teve um duplo-duplo de respeito, com 19 pontos e 12 rebotes recuperados, além de dar três assistências e três tocos. O ala/pivô Queiroz também se destacou e, por pouco, não foi o segundo duplo-duplo da partida. Ele somou 19 pontos e recuperou nove rebotes.

Gui Santos bagunçou a defesa adversária e teve duplo-duplo na partida (Foto: @galeranafoto)Gui Santos bagunçou a defesa adversária e teve duplo-duplo na partida (Foto: @galeranafoto)
Desta maneira, a equipe do técnico Leo Costa se despede da capital federal com três vitórias. O Minas se mantém na quarta colocação do NBB, agora, com 87,5% de aproveitamento, conquistados em sete vitórias seguidas em oito jogos.

A equipe mineira retorna a Belo Horizonte e, no próximo domingo (13/12), embarca para Mogi das Cruzes (SP), onde fará dois jogos seguidos, contra o Corinthians, no dia 14/12, às 20h, e contra o Mogi, no dia 16/12, às 17h. De lá, os minastenistas vão direto para São Paulo (SP), onde farão três jogos em sequência. Devido à pandemia de Covid-19, o NBB 2020/21 está sendo disputado em sedes regionais, com vários jogos sendo disputados no mesmo ginásio.

Ao fim da partida, o técnico Leo Costa avaliou a passagem do Minas pela capital federal. “A nossa passagem por aqui foi excelente. Foram três vitórias importantíssimas aqui em Brasília. O primeiro jogo foi muito complicado, tivemos muitos erros defensivos e a gente buscou esse compromisso de melhorar a nossa defesa para as partidas que estavam por vir. E essa evolução aconteceu. Eu fico muito feliz com essas três vitórias e também com esse comprometimento dos jogadores em aumentar a intensidade e a consistência da nossa defesa. Agora, é continuar o trabalho e focar nos jogos lá em São Paulo, que serão bem difíceis.

Bola na cesta
O Minas dominou o Cerrado Basquete do início ao fim. O ataque mineiro passou pela defesa adversária com tranquilidade. No primeiro período, Gui Santos mostrou que daria muito trabalho para o adversário. O jovem anotou seis pontos e, ainda recuperou sete rebotes defensivos. Com muita qualidade coletiva, o Minas abriu vantagem no primeiro quarto: 17/12. Na sequência, o Cerrado cometeu muitos erros e, com isso, o Minas Storm soube aproveitar as chances no ataque e foi para o intervalo com 11 pontos de frente: 44 a 33 (27/21).

No segundo o tempo, o Minas continuou jogando de forma dominante e não permitiu que o Cerrado fizesse o seu jogo. Com muita atenção na defesa, o time minastenista foi ao ataque e aumentou a vantagem, deixado o time com muita tranquilidade no jogo: 29/17 (73 a 50). No quarto set, o Cerrado Basquete tentou reagir, mas já era tarde demais. A boa atuação minastenista nos três primeiros quartos garantiu o triunfo, mesmo após perder a quarta parcial por 27 a 24.

O Minas em Números
- 12 cestas convertidas de três pontos.
- 22 arremessos convertidos de dois pontos.
- 47 rebotes recuperados.
- 22 assistências.
- Três tocos, todos de Gui Santos.
- 124 pontos de eficiência*.
* Eficiência = (Pontos + Rebotes + Tocos + Bolas recuperadas + Assistências) - (Arremessos de dois errados + Arremessos de três errados + Lances livres errados + Erros + Violações

Ficha Técnica
Minas: 
Parodi, Gui Santos, Shaquille Johnson, David Nesbitt e JP Batista. Entraram: Queiros, Davi, David Jackson, Dias e Augusto. Técnico: Leo Costa.

Cerrado Basquete: Sérgio, Paulo, Coelho, Fuller e Crescenzi. Entraram: Lucas Lima, Luís, Alex, Fiorotto e Von Haydin. Técnico: Bruno Cézar Palhares Lopes.

Árbitros: Jonas De Carlo Pereira, Gustavo Edson Mathias e João Pedro Boni de Sá.

Novo Basquete Brasil (NBB) 2020/21 – Primeiro turno
10/11 – Flamengo (102 x 68) Minas – Rio de Janeiro (RJ)
12/11 – Minas (76 x 54) Pato Basquete – Rio de Janeiro (RJ)
14/11 – Campo Mourão (54 x 90) Minas – Rio de Janeiro (RJ)
19/11 – Fortaleza Basquete Cearense (67 x 82) Minas – Mogi das Cruzes (SP)
21/11 –Minas (108 x 99) Unifacisa – Mogi das Cruzes (SP)
2/12 – Minas (105 x 100) Brasília – Brasília (DF)
4/12 – Caxias do Sul (63 x 94) Minas – Brasília (DF)
6/12 – Minas (97 x 77) Cerrado Basquete – Brasília (DF)
14/12 – 20h – Minas x Corinthians – Mogi das Cruzes (SP) – DAZN
16/12 – 17h – Mogi x Minas – Mogi das Cruzes (SP)
19/12 – 16h – Minas x São Paulo – São Paulo (SP)
21/12 – 14h30 – Pinheiros x Minas – São Paulo (SP)
23/12 – 17h30 – Minas x Franca – São Paulo (SP) – DAZN
5/1 – 17h – Bauru x Minas – São Paulo (SP) – DAZN
7/1 – 20h – Minas x Paulistano – São Paulo (SP) – DAZN

O Campeonato Brasileiro Interclubes de Basquete – NBB 2020/2021 faz parte do rol de Campeonatos Brasileiros Interclubes em que parte dos atletas dos Clubes integrados ao Comitê Brasileiro de Clubes – CBC tem as despesas de hospedagem e transporte aéreo custeadas com recursos públicos geridos por esta fonte.

 

Patrocinador: CVC
Fornecedor de Material Esportivo: 
Icone
Apoio: Forte Banco

 

Siga as redes sociais oficiais do Basquete do Minas:
Facebook: /mtcbasquete
Instagram: @mtcbasquete

 

Fotos: @galeranafoto


Esse site armaneza dados (como cookies), o que permite que determinadas funcionalidades (como análises e personalização) funcionem apropriadamente. Clique aqui e saiba mais!