Notícias

Esporte Basquete

Melhores do Ano

Minas Storm tem cinco indicados a nove prêmios de melhores do NBB 2020/21

A temporada 2020/21 do Minas Storm certamente será lembrada por muitos torcedores e amantes do esporte da bola laranja. O tão sonhado título do Novo Basquete Brasil (NBB) ainda não veio, mas o time mineiro fez bonito na temporada e registrou marcas históricas para o Clube em uma temporada cheia de desafios, ginásios vazios e poucos jogos em casa. No fim, o Minas Storm ficou no Top 3 das três competições que disputou e, ainda, mesmo após o término do principal torneio do calendário brasileiro segue colhendo frutos da boa campanha. Quatro jogadores e o técnico Léo Costa estão na lista de indicados e concorrem a nove categorias de melhores do ano NBB.

Ao fim de cada temporada, a Liga Nacional de Basquete (LNB) realiza a eleição dos Melhores do Ano do NBB. A votação é feita por técnicos, assistentes e os capitães das 16 equipes que disputaram o último NBB, além de imprensa especializada, assessores de imprensa das equipes, personalidades do basquete brasileiro, comissários e árbitros. Os vencedores serão conhecidos na Festa dos Melhores do Ano, que, desta vez, será realizada de forma on-line na segunda semana de junho.

O técnico Léo Costa puxa a fila e é um dos indicados para o prêmio de Técnico do Ano. O comandante minastenista concorre ao prêmio com Gustavo de Conti, do Flamengo, e Régis Marelli, do Paulistano. Léo fez um trabalho brilhante no Minas nesta temporada. Além de levar o time mineiro ao terceiro lugar na Basketball Champions League Americas (BCLA), deixou o Clube em terceiro lugar da Copa Super 8 e no NBB, algo que não acontecia desde a temporada 2009/10. “Fiquei muito feliz pela indicação ao prêmio de melhor treinador do NBB. Mas, acredito que em um esporte coletivo, nunca a disputa de um prêmio individual é o resultado do esforço de uma só pessoa. Fico orgulhoso pelo reconhecimento do meu trabalho, mas este é o resultado do planejamento e esforço de uma comissão técnica muito competente, aliado à produção dos jogadores em quadra”, comenta o treinador.

Formado nas categorias de base do Minas, o jovem Gui Santos é um dos grandes exemplos do trabalho minastenista na formação e desenvolvimento de atletas. O jogador, de 18 anos, disputou a sua terceira edição de NBB, sendo mais efetivo nesta última, com participação em 35 jogos. Com médias de 7,8 pontos, 5,2 rebotes e 10,1 de eficiência, Gui Santos está nas disputas de Destaque Jovem, concorrendo com Gabi Campos, do Pinheiros, e Yago, do Flamengo; de Maior Evolução, disputando com Lucas Mariano, do São Paulo, e Felipe Ruivo, do Paulistano; e de Sexto Homem, que tem também Léo Demétrio, do Flamengo, e Mineiro, do Flamengo.


Os norte-americanos David Jackson e Shaquille Johnson também se destacaram no Minas e construíram bons resultados em quadra. Os dois estão na disputa de duas categorias: Ala do Ano e Estrangeiro do Ano. Ambos disputaram a primeira temporada com a camisa minastenista. DJ foi o cestinha do time e o jogador mais eficiente da equipe mineira, com 14,3 pontos e 16,7 de eficiência de média. Além disso, teve 3,6 rebotes e 3,3 assistências por partida. Na temporada 2018/19, David Jackson foi escolhido um dos alas do NBB. O norte-americano defende, agora, o Troféu de Estrangeiro do Ano, conquistado na temporada passada, quando defendeu o Sesi Franca. DJ é um dos estrangeiros que atua no NBB por mais tempo. Esta foi a nona temporada dele no basquete brasileiro.

Já Shaq Johnson ou Johnson Sr, como prefere ser chamado, chegou ao Minas como uma das grandes apostas do Clube e, de cara, ganhou a titularidade no time de Léo Costa. Logo na estreia no basquete brasileiro, o jogador teve excelentes médias no NBB, somando 13,4 pontos, 3,8 rebotes, 3,2 assistências e 14,5 de eficiência.



O último indicado a prêmio no NBB é JP Batista. O grandalhão de 2,06m de altura está na disputa de Pivô do Ano. Eleito o MVP da temporada 2018/19, quando defendeu o Mogi das Cruzes, JP teve ótimo desempenho em sua primeira temporada com a camisa do Minas. O atleta se tornou um dos homens de confiança do técnico Léo Costa e liderou os rebotes da equipe, com média de 5,8 por jogo e também foi terceiro cestinha do time minastenista, com 11,7 pontos.


A temporada 2020/21
A eliminação na semifinal do NBB para o São Paulo, não pode apagar a boa temporada do time do técnico Léo Costa. O Minas Storm conseguiu se organizar ao longo do último ano e, com um elenco forte e experiente, atingiu os melhores resultados do Clube na história do NBB, ficando entre os três melhores, o que não acontecia desde a temporada 2009/10. Além do NBB, o time foi terceiro colocado dos outros dois torneios que disputou nesta temporada, a Copa Super 8 e a Basketball Champions League Americas (BCLA). O Minas voltou ao pódio internacional após 13 anos. 

“Certamente esta temporada ficará marcada. Foi um ano especial e de muita evolução. Claro que queríamos ter conquistado um título para o Minas, trabalhamos, suamos e lutamos por isso com todas as nossas forças. Vivemos em uma sociedade onde para muitos, só o primeiro lugar é sinônimo de sucesso. Miramos sempre o topo, claro, buscando sempre a excelência no dia a dia. Não chegou o tão sonhado título, mas nos aproximamos um pouco mais dele nessa temporada e colocamos o nome do Minas de volta entre as principais equipes do Brasil, com o respeito que o Clube merece. Além disso, ficamos entre as três forças de todas as competições que disputamos e isso só foi possível pela dedicação e comprometimento de um grupo de atletas aos quais tive o orgulho de comandar e a uma comissão técnica incansável”, avalia o técnico Léo Costa.

O Campeonato Brasileiro Interclubes de Basquete – NBB 2020/2021 faz parte do rol de Campeonatos Brasileiros Interclubes em que parte dos atletas dos Clubes integrados ao Comitê Brasileiro de Clubes – CBC tem as despesas de hospedagem e transporte aéreo custeadas com recursos públicos geridos por esta fonte.
O técnico Léo Costa e o preparador físico da equipe Paulo Alberto de Paula participam do projeto FORMAÇÃO DE ATLETAS POR MEIO DO INVESTIMENTO EM PROFISSIONAIS DO ESPORTE CICLO 2021-2024 – Termo de Execução nº25/2020, parceira Minas e Comitê Brasileiro de Clubes – CBC.

Fornecedor de Material Esportivo: Icone
Apoio: Forte Banco

Siga as redes sociais oficiais do Basquete do Minas:
Facebook:
/mtcbasquete
Instagram: @mtcbasquete


Esse site armazena dados (como cookies), o que permite que determinadas funcionalidades (como análises e personalização) funcionem apropriadamente. Clique aqui e saiba mais!