Notícias

Esporte Basquete

JP Batista

Pivô JP Batista fala sobre treinos e expectativa para o NBB 2020/21

Conquistar o título do Novo Basquete Brasil (NBB) 2020/21 é a meta da diretoria do Minas Tênis Clube. Prova disso é a contratação do pivô JP Batista, nome anunciado em agosto deste ano. O jogador estava no continente europeu, onde tem currículo extenso e vitorioso. Aos 38 anos, o pernambucano chega ao tradicional clube de Belo Horizonte para ser uma das referências da equipe comanda pelo técnico Léo Costa na busca pelo troféu de campeão.

Na última temporada, JP Batista vestiu a camisa do Le Mans, da primeira divisão do basquete francês. Além de seis anos na França e do título nacional no país, o camisa 13 foi campeão da liga da Lituânia. Em solo brasileiro, subiu ao lugar mais alto do pódio em 2016. Na principal competição basquete nacional, tem médias de 16,6 pontos, 8,8 rebotes e 2,2 assistências por jogo. Em 2018/19, foi eleito o MVP (melhor jogador) do NBB, além de receber o troféu de pivô do ano.

A apresentação da equipe foi marcada para o dia 28 de setembro. JP, no entanto, já tinha algumas semanas de Belo Horizonte quando o time se reuniu pela primeira vez para os treinos em quadra. Acompanhado pelo preparador físico Paulo Alberto Paula, o camisa 13 já cuidava da parte física. O objetivo: chegar no início do NBB, marcado para o dia 14 de novembro, na melhor forma possível.

Em conversa com o site do Minas, o jogador falou sobre o projeto para a temporada, processo de adaptação e expectativa para o NBB 2020/21.

Site do Minas – Como foi o contato e o que pesou na sua decisão para assinar com o Minas?

JP Batista – No ano passado, conversei com muito com o Alex e Leandrinho. Houve contato com o Minas, mas surgiu a oportunidade para voltar ao Le Mans. Muita gente já tinha falado para mim da estrutura do Clube, o investimento que os patrocinadores fizeram nos últimos anos, buscando objetivos maiores. Para mim, foi uma decisão fácil. A estrutura, o profissionalismo, as peças que foram se encaixando para montar a equipe. Tudo isso foi essencial para a minha decisão de vir para o Minas.

Site do Minas – Como está sua adaptação ao Clube? O que pensa de Belo Horizonte?

JP Batista – A minha adaptação tem sido ótima. Belo Horizonte é uma cidade linda. Tanto eu quanto minha família estamos nessa há muito tempo. A gente sempre teve essa facilidade de adaptação, que tem sido ótima, tanto à cidade quanto ao estilo de vida. A adaptação ao time também tem sido fácil, o Léo (Costa, treinador) e todos da comissão técnica são pessoas de caráter, trabalhadoras. Então, eles fizeram escolhas excepcionais. Com relação aos jogadores, todos são pessoas de caráter, trabalhadoras. Vai ser incrível trabalhar com esse pessoal neste ano. Isso facilita muito a adaptação.

Site do Minas – Você chegou antes da data marcada para a apresentação do time. Por que tomou essa decisão?

JP Batista – A preparação física junto com o Paulinho começou no momento em que eu fechei o contrato. No primeiro dia, já estávamos trocando mensagens. O Paulinho é profissional muito bom, uma pessoa muito atenciosa. Eu ainda estava em Recife e ele me mandou um treino para ser feito. A partir de lá, a gente começou um programa de treinamento. Quando cheguei aqui, demos continuidade. A minha intenção de me apresentar antes era realmente essa. Eu queria adaptar toda a parte física. Com a pandemia, passamos muito tempo parado. Eu me mantive ativo esse tempo inteiro, mas a gente sabe que é um estímulo diferente. A carga na academia, na quadra, tem um estímulo diferente. Então, minha intenção era chegar cedo, readaptar todo o corpo, para que, quando a gente começasse a pré-temporada, eu estivesse bem fisicamente. Estou me sentindo muito bem, o corpo está bem, adaptando bem. Juntamente com o grupo inteiro, busco melhorar a cada dia e a cada treino, desejando que a estreia no NBB seja muito boa.

Site do Minas – Observando o elenco, qual será a cara do Minas neste NBB?

JP Batista – Aos poucos, vamos vendo as características que nosso time vai ter. Logo o David Jackson vai chegar e vamos poder ver qual cara que a nossa equipe vai ter. Comigo, Ronald e Nesbitt, temos um garrafão bem preparado. O Léo Costa, desde o início, tem mostrado o que pretende fazer, o que cada um pode agregar. Acredito que vamos ter um time bem completo. Esperamos concretizar todo esse trabalho que estamos fazendo. Se Deus quiser, nossa cara vai ser de um time vencedor. Um time que está sempre buscando vitórias, juntos, e com um objetivo grande lá no fim.

Fotos: Orlando Bento / Minas Tênis Clube

Patrocinador: CVC
Fornecedor de Material Esportivo: Icone

Siga as redes sociais oficiais do Basquete do Minas:

Facebook: /mtcbasquete
Instagram: @mtcbasquete 


Esse site armaneza dados (como cookies), o que permite que determinadas funcionalidades (como análises e personalização) funcionem apropriadamente. Clique aqui e saiba mais!