Notícias

Esporte Basquete

Máquina Storm

Com ampla vantagem, Minas vence o Brasília e amplia a sequência de vitórias no NBB

O Minas Storm venceu mais uma no Novo Basquete Brasil (NBB) 2020/21. Na tarde/noite dessa quinta-feira, a “máquina minastenista” mostrou muita superioridade e dominou o Brasília Basquete, que até começou o jogo de forma regular, mas, durante a partida, não conseguiu parar o time mineiro. O placar de 99 a 75 mostra a força dos minastenistas, que permanecem na liderança do campeonato, com 94,1% de aproveitamento e 33 pontos. Esta foi a 16ª vitória seguida em 17 jogos pelo NBB.

Os pivôs JP Batista e Ronald Rudson e o ala Johnson Sr foram os grandes responsáveis pelo triunfo mineiro. JP Batista foi o maior pontuador entre eles, com 17 pontos, cinco rebotes e duas assistências. O norte-americano Johnson Sr somou 15 pontos e conseguiu um rebote e deu três assistências. Já Ronald Rudson anotou 12 pontos, conseguiu sete pontos e deu uma assistência.

Johnson Sr foi um dos destaques da 16ª vitória do Minas no NBB (Foto: Mariana Sá/LNB)Johnson Sr foi um dos destaques da 16ª vitória do Minas no NBB (Foto: Mariana Sá/LNB)
O Minas Storm permanece no Rio de Janeiro (RJ). Neste domingo (31/1), antes da estreia na Champions League, que será na próxima semana, o time mineiro encara a equipe da Unifacisa, pela terceira rodada do segundo turno do NBB. O duelo será no ginásio do Maracanãzinho, a partir das 18h, com transmissão, ao vivo e gratuita, do canal oficial do Minas Tênis Clube no Youtube.

O pivô JP Batista falou da postura da equipe, mesmo após sair atrás no placar, ainda no primeiro período. “A equipe do Brasília é bem mais forte do que o placar representa. O time tem jogadores de qualidade e, então, no início, o jogo estava encaixando para os dois times. A partir do finalzinho do segundo quarto a gente conseguiu dar um passinho a mais na defesa e conseguimos parar eles algumas vezes. A partir daí a gente conseguiu abrir o placar. No início do terceiro quarto, a ideia era entrar com muita energia, o banco entrou muito bem também e a gente teve continuidade, todo mundo movimentou bem a bola. Quando a gente consegue jogar o nosso jogo, tanto na parte de trás quanto na parte da frente, o jogo flui melhor. E, então, a gente conseguiu abrir uma diferença no placar e só jogou o nosso jogo”, avaliou o cestinha do jogo e capitão do Minas Storm.

Quando a bola subiu…
O duelo contra a equipe do Distrito Federal começou bastante equilibrado. O Minas Storm impôs um ritmo forte de ataque, mas o setor defensivo do Brasília se sobressaiu e conseguiu impedir que os minastenistas abrissem vantagem. Nos contra-ataques, o Brasília conseguiu fazer o seu jogo e, após várias trocas de liderança no placar, fechou o primeiro período com a vantagem mínima: 26/25. No segundo quarto, o técnico Léo Costa conseguiu acertar o time e, assim, o jogo foi diferente. Com mais consistência no ataque e bom aproveitamento nos rebotes, o Minas Storm dominou o Brasília e virou o placar ao fim do primeiro tempo: 46 a 37 (21/11).

Na volta do intervalo, os minastenistas mantiveram o bom ritmo no ataque e, mais uma vez, dominou o Brasília. David Jackson e Johnson Sr deram muito trabalho à defesa adversária, que viu o Minas construir boa vantagem desde os minutos iniciais do terceiro período. Com bom volume de jogo, o time mineiro ampliou a vantagem no jogo e, praticamente, encaminhou a vitória: 75/55 (29/18). No último período, os minastenistas apenas administraram o placar. Com tranquilidade e sem pressionar o adversário, o Minas conduziu a partida de forma consistente e, mesmo com o quarto período mais equilibrado, venceu a 16ª seguida no NBB:  99 a 75 (24/20).

Destaque do Minas
- JP Batista (17 pontos, cinco rebotes e duas assistências).
- Johnson Sr (15 pontos, um rebote e três assistências).
- Ronald Rudson anotou 12 pontos, sete pontos e uma assistência).

Minas em números
- oito arremessos convertidos de 3 pontos.- oito arremessos convertidos de 2 pontos.
- 42 rebotes.
- 29 assistências.
- 26 bolas recuperadas.
- 134 de eficiência.

Ficha Técnica
Brasília Basquete: Samuel, Arthur, Caio Torres, Laster e Nezinho. Entraram:Jefferson, Marcelão, Rava, Gabriel, Felipe e Danilo. Técnico: Ricardo Araújo de Oliveira.

Minas: Parodi, Johnson Sr, David Nesbitt, David Jackson e JP Batista. Entraram: Queirós, Davi, Ronald, Gui Santos, Dias e Augusto. Técnico: Léo Costa.

Árbitros: Jacob Cassimiro Barreto, Ramiro Marques Inchauspe e César Augusto Gonçalves Lopes.

NBB – Segundo turno
26/1 – Cerrado (80 x 93) Minas – Rio de Janeiro (RJ)
28/1 –  Brasília (75 x 99) Minas – Rio de Janeiro (RJ)
31/1 – 18h – Unifacisa x Minas – Rio de Janeiro (RJ) – Youtube oficial MTC
9/2 – 19h – Minas x Flamengo – Arena MTC – ESPN
12/2 – 20h – Minas x Campo Mourão – Arena MTC – DAZN
14/2 – 19h – Pato Branco x Minas – Arena MTC – DAZN
25/2 – 17h – São Paulo x Minas – São Paulo (SP) – DAZN
27/2 – 19h – Franca x Minas – São Paulo (SP) – DAZN
1/3 – 20h – Paulistano x Minas – São Paulo (SP) – DAZN
11/3 – 17h – Minas x Caxias – São Paulo (SP) – DAZN
14/3 – 12h – Minas x Mogi – São Paulo (SP) – Youtube oficial MTC
16/3 – 20h – Corinthians x Minas – São Paulo (SP) - DAZN
27/3 – 16h – Minas x Bauru – São Paulo (SP) - DAZN
29/3 – 20h – Minas x Pinheiros – São Paulo (SP) – DAZN
31/3 – 20h – Minas x Fortaleza – São Paulo (SP) – DAZN

O Campeonato Brasileiro Interclubes de Basquete – NBB 2020/2021 faz parte do rol de Campeonatos Brasileiros Interclubes em que parte dos atletas dos Clubes integrados ao Comitê Brasileiro de Clubes – CBC tem as despesas de hospedagem e transporte aéreo custeadas com recursos públicos geridos por esta fonte.


Patrocinador: CVC
Fornecedor de Material Esportivo: Icone
Apoio: Forte Banco

Siga as redes sociais oficiais do Basquete do Minas:
Facebook: /mtcbasquete
Instagram: @mtcbasquete

Fotos: Mariana Sá/LNB


Esse site armazena dados (como cookies), o que permite que determinadas funcionalidades (como análises e personalização) funcionem apropriadamente. Clique aqui e saiba mais!